29.8 C
Rondonópolis
, 12 junho 2024
 
 

Papo Político

Leia Mais

- PUBLICIDADE -spot_img


 

NAS FOTOS OS COTADOS CANDIDATOS A VICE-PREFEITO:

1- SENHORES E SENHORES

anotem ai o nosso CALENDÁRIO DAS ELEIÇÕES:
FALTAM 161 DIAS PARA O PLEITO ELEITORAL
(Quando a população de Rondonópolis contratará o seu novo gestor, e ficará então faltando 248 dias para iniciar um novo ciclo administrativo municipal, quando a população deverá respirar novos ares pela cidade, sendo governada para todos em clima harmônico. Os humildes recebendo uma melhor assistência básica, principalmente na Saúde; e os empresários, em parceria com o Poder Público, alimentando um plano de desenvolvimento continuado para o município, objetivando a sua industrialização e a geração de empregos. O que nada disso acontece hoje para um município com um orçamento bilionário de 2,5 bilhões.)

2- A ELEIÇÃO MUNICIPAL

tem como característica principal o envolvimento bem maior da sua população, já passa a ser o assunto predominante em qualquer conversa. Sabem por que Senhoras e Senhores? É que para cada 100 eleitores, um tem envolvimento no processo eleitoral, seja como candidato, assessor ou como cabo eleitoral. É muito comum a convivência direta entre um candidato e o eleitor, seja como parente, como vizinho ou conhecido.

Uma curiosidade: Nas eleições do próximo dia 6 de outubro estarão em disputas, por todo o Brasil, 67.800 cargos de prefeitos e vereadores, para um total de 500 mil candidatos. Isto mesmo, são quase meio milhão de “amigos” pedindo votos.

COMO O PAPO SEMPRE VEM

bem informando os seus leitores, aqui em Rondonópolis temos os três pré-candidatos praticamente definidos para disputar a Prefeitura e agora começam as articulações para definir os seus vices. Todos eles afirmam que ainda está cedo para carimbar os nomes de companheiro de chapa, mas na verdade, nos bastidores, é o assunto dominante.

Quem será o vice do Thiago Silva (MDB)?

Sabe-se que o ex-prefeito Adilton Sachetti, que era cotadíssimo para disputar a Prefeitura, seria “a noiva” ideal. No entanto, ele declinou do convite, mas o nome poderá passar pelo seu crivo, e hoje o mais cotado é o do empresário Luiz Homem de Carvalho, o Luizão, o segundo colocado nas eleições passadas que reelegeram o Zé do Pátio.

O Luizão é do mesmo partido do Sachetti, o REPUBLICANOS. Outro nome bem avaliado é o do Fausto Bortolini, filho do deputado estadual Nininho, e que sempre atuou nas campanhas políticas do pai.

O Fausto acaba de se filiar ao PRD, outro partido do grupo de apoio do Thiago Silva, e tudo indica com essa pretensão de dobrar a chapa majoritária. A grande estratégia ai seria levar para o apoio ao Thiago, o grupo do deputado Nininho, que é filiado ao PSD, partido do ministro da Agricultura, senador Carlos Fávaro.

Logo o PSD que faz parte do grupo das forças progressistas, que banca a pré-candidatura do Carlos Augustin “Teti”, do PT do Lula. O deputado Nininho ficaria entre a cruz e a espada, apoiaria o candidato a prefeito da coligação do PSD, ou apoiaria o Thiago Silva com o seu filho de vice? O Papo Político fica com a espada, a segunda hipótese.

3- QUEM SERÁ O CANDIDATO

a vice-prefeito do deputado Cláudio Ferreira (PL)?
As opções são muitas, como o A TRIBUNA já mostrou em reportagem nesta semana. A preferência é por uma figura feminina, estando entre a vereadora Kalinka Meirelles e a médica Luciana Horta, ambas também do PL de Claudio e Jair Bolsonaro. Seria então uma chapa pura na majoritária. Outro nome bem cotado é do ex-vereador e médico Hélio Pichioni (Podemos).

Na opinião da Coluna, o Dr. Hélio seria o nome que mais aglutinaria na chapa, por ser uma figura com larga militância política, já foi presidente da Câmara Municipal, é muito humilde e querido pela população.

4- E QUEM SERÁ O VICE DO

Paulo José Correia (PSB)?
Praticamente definido que será ele mesmo o candidato das forças progressistas, como garantiu lá atrás o prefeito Zé do Pátio, que teria “batido o martelo”, resta agora ao Paulo José definir o seu vice e, lógico, o ideal é que seja do PT. Especula-se muito a presença do Teti sendo o companheiro do Paulo José, pois a sua pré-candidatura não decolou mesmo, e ai o PT disputaria as eleições reforçando a sua chapa de vereadores.

Da lista de vice com outros nomes petistas poderiam ser citados, o presidente local Wendel Girotto (que pretende disputar uma vaga na Câmara Municipal), o ex-vereador Mauro Campos (que também quer ser candidato a vereador), além do atual presidente do Legislativo Municipal, o Júnior Mendonça, candidato à reeleição.

Desses nomes todos, a Coluna não tem a menor dúvida de que o Júnior Mendonça seria o melhor nome para representar o PT como vice na chapa do Paulo José.

A Coluna tem notado que o vereador Júnior Mendonça já não é mais aquele que andou batendo duro no prefeito Zé do Pátio. Pelo contrário, agora já anda em eventos pelos bairros na caravana do prefeito e do seu candidato Paulo José, e discursando com elogios à dupla, deixando claro que o PT não vai mesmo disputar a majoritária com candidatura própria.

Ou também seria uma indicação de que ele poderia figurar na chapa como o candidato a vice? A Coluna não joga muitas fichas nessa ideia, pois o projeto do Junior Mendonça deve ser mesmo a reeleição, para em 2026 disputar uma vaga para deputado estadual.

5- E O CAOS NA SAÚDE

continuou em mais uma semana. São filas imensas pelos postos de atendimentos, principalmente na UPA e no Pronto Atendimento Infantil, o PAzinho.

Aliás, essas unidades foram motivos para os vereadores aprovarem na sessão de quarta-feira, 24, a convocação da secretária de Saúde, Ione Rodrigues, para que ela possa explicar os vários problemas em atendimentos à Saúde que vem acontecendo na administração de José Carlos do Pátio.

Chamou muito a atenção de todos, mais uma vez a atuação do lider do prefeito, vereador Reginaldo Santos, que fez de tudo para que o requerimento da convocação não fosse aprovado.

Difícil esta missão do Reginaldo – que já foi apelidado aqui no Papo como o “enxugador de gelo” -, em explicar o porquê não querer que a secretária Ione fosse até à Câmara Municipal debater o assunto e apresentar para a população os esclarecimentos sobre a situação da Saúde. Tarefa inglória, pois o requerimento foi aprovado por 15 x 5. Só o Reginaldo e mais 4 vereadores da base votaram contra.

E para complicar mais ainda a situação da área da Saúde na administração patista, houve a grande repercussão negativa da demissão da médica Juliana Horta, do atendimento que ela fazia no Hospital da Lions.

Num momento de crise na Saúde, a médica especialista vascular atendia 14 pacientes naquele hospital, e de uma hora para outra, justamente no momento que tem o seu nome ventilado para ser candidata a vice-prefeita na chapa do Cláudio Ferreira (PL), é comunicada que estava desligada do atendimento hospitalar.

Tampar o sol com a peneira, pior que enxugar gelo, foi o prefeito Zé do Pátio somente emitir uma Nota, na noite de quarta-feira, 24, comunicando que Juliana Horta não foi demitida por ele, mas sim pelo Consórcio Regional de Saúde.

Ora! Cara pálida, a recomendação para analisar a situação da médica, feita pelo Tribunal de Contas, foi para a Prefeitura. Além de tudo, o Consórcio de Saúde não demite ninguém, ele atua como especie de um agenciador de médicos junto aos municípios, e cabe somente ao prefeito a dispensa do profissional à disposição da sua gestão.

Mais uma vez, o Zé foi muito mal…e essas suas atitudes politiqueiras só estão prejudicando o seu candidato Paulo José Correia.

 

- PUBLICIDADE -spot_img

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -
- PUBLICIDADE -

Mais notícias...

MT bate recorde histórico com abate de 627 mil cabeças de gado em maio

Mato Grosso abateu 627 mil cabeças de gado em maio deste ano e atingiu uma marca histórica com o...
- Publicidade -
- Publicidade -spot_img

Mais artigos da mesma editoria

- Publicidade -spot_img