20.9 C
Rondonópolis
, 15 junho 2024
 
 

Papo Político

Leia Mais

- PUBLICIDADE -spot_img

Reginaldo Santos: “Enquanto se vira na Câmara em defesa do Executivo, o Zé do Pátio oferece as melhores condições para seus ex-secretários…”

1- SENHORES E SENHORES,

anotem ai o nosso CALENDÁRIO DAS ELEIÇÕES:
FALTAM154 DIAS PARA O PLEITO ELEITORAL
(Quando a população de Rondonópolis contratará o seu novo gestor, e ficarão faltando 241 dias para iniciar um novo ciclo administrativo municipal, com uma nova mentalidade gestora, com os humildes recebendo uma melhor assistência básica, principalmente na Saúde; e os empresários, em parceria com o Poder Público, alimentando um plano de desenvolvimento continuado para o município, objetivando a sua industrialização e a geração de empregos. Rondonópolis precisa de um CEO competente para comandar seu orçamento bilionário de 2,5 bilhões.)

2- SE O RONDONOPOLITANO

já gosta de uma política, imagina então uma campanha municipal, e ainda das mais acirradas como está prometendo a que elegerá prefeito e 21 vereadores no próximo dia 6 de outubro. Como falamos no Papo passado, em cada  100 eleitores temos um que está diretamente envolvido na campanha, seja como assessor, cabo eleitoral ou o próprio candidato. E assim a eleição vira uma grande paixão…,mas também precisa de organização.

É o emocional em jogo, mas o planejamento é fundamental. E é justamente neste ponto que muitos candidatos se perdem, em especial para o Legislativo, quando se deixam levar pelo oba oba dos outros. Mas também os candidatos à Prefeitura precisam controlar o emocional dos seus cabos eleitorais, que soltos pelas ruas acabam muitas das vezes até prejudicando uma candidatura promissora.

E esse clima, mesmo ainda na pré -campanha, já é sentido em Rondonópolis. Sabe-se que temos uma tendencia de polarização entre Direita x Esquerda por estas bandas de Rondon, e enquanto a Esquerda não vai fugir de uma só candidatura, que será apoiada pelo prefeito José Carlos do Pátio, pelo lado da Direita não haverá a tão propalada união, pois os deputados estaduais Thiago Silva (MDB) e Claudio Ferreira (PL) estarão na disputa pela Chefia do Paço Municipal, fazendo oposição ao candidato do Zé – ou seria oposição a eles próprios?
O Papo ressalta esse fato porque nesta semana os ânimos foram acirrados entre os apoiadores dos dois deputados candidatos. Até B.O. na Delegacia foi registrado. Quem acaba lucrando com isto é o Paulo José (PSB), que fica assistindo de camarote.

3- E FALANDO NO PAULO JOSÉ,

lembramos aqui que o PT ainda não desistiu da pré-candidatura do Teti. Mas é lógico que o partido do presidente Lula não vai contra a maré, e o destino  é mesmo colaborar como o vice da chapa majoritária, que deverá ficar com Paulo José na cabeça, pelo grupo das forças progressistas.
Curiosidade é saber como ficará o PSD de Rondonópolis, comandado regionalmente pelo ministro Carlos Fávaro, que nunca deu muita bola para as pretensões do nosso vice-prefeito Aylon Arruda, como pré-candidato a prefeito. Tanto é verdade que o Aylon, mesmo na presidência local do PSD, acabou se mudando para o Republicanos, que agora tem a companhia do Fausto Bortolini (fazendo aqui este parêntese para corrigir a informação passada de que o Fausto tinha se filiado ao PRD).

Acontece que do Republicanos deverá sair o vice do deputado Thiago Silva (MDB). E o deputado Nininho, maior liderança do PSD em Rondonópolis, não ficaria mesmo contra o seu filho Fausto, caso seja ele o escolhido como companheiro do Thiago.

O Thiago tem excelentes opções para vice: Aylon Arruda, Luizão e o Fausto (ambos do Republicanos) e ainda a Marchiane Fritzen (UB). Mas pelo peso político do deputado Nininho, que é muito amigo do Thiago, o Fausto está largando na frente.

4- SE ATÉ O PRESIDENTE LULA,

que deveria ser o maior exemplo, andou burlando a lei eleitoral e pediu votos,  escancaradamente,  para o pré-candidato Boulos a prefeito de São Paulo, imagina, Senhoras e Senhores, o que anda acontecendo pelo Brasil afora. Aqui mesmo em Rondonópolis são muitos atos políticos acontecendo, principalmente  pelos bairros, que podem ser denunciados como campanha política antecipada.
E por aqui o nosso prefeito Zé do Pátio (PSB) deixa até de se fazer presente em uma importante reunião com ANTT, em Rondonópolis, quando se discutia importantes obras para a nossa travessia urbana da BR-364/163, na noite de sexta-feira (26.04), para realizar seus mutirões com fortes conotações eleitorais pelos bairros.

MAS, O QUE ESTÁ

dando muito o que falar nessa questão de driblar a lei eleitoral foi o Zé do Pátio renomear os secretários, que foram demitidos para cumprir a legislação e serem candidatos à Câmara Municipal, e agora voltam todos para a Secretaria de Governo em cargos de II e III escalões.

Essa Secretaria de Governo do Zé do Pátio é igual coração de mãe, sempre cabe mais um…Desta feita foram seis pré-candidatos a vereador a serem agasalhados. Não estariam eles levando vantagens sobre os demais candidatos?

Tem advogado eleitoralista que está dando o alerta para o prefeito e para os próprios pré-candidatos, de que se for feita uma denúncia para a Justiça Eleitoral, a situação poderá se complicar. Pois é, o Zé é da mesma escola do presidente Lula. “Se ele pode lá, eu posso cá…”. Vamos acompanhar por aqui.

5- COM O 6 DE OUTUBRO

se aproximando, os cientistas políticos e matemáticos desta terra de Rondon seguem quebrando a cabeça, fazendo contas e projeções para tentar “adivinhar” que partido fará mais vereadores nestas eleições, quais os mais cotados para serem eleitos nas chapas formadas e quais vereadores da atual legislatura não voltam para ocupar uma das 21 cadeiras da Casa de Leis de Rondonópolis.
Como o Papo já comentou aqui, as expectativas de eleição de vereadores anunciadas por cada um dos formadores das chapas são mais que otimistas, são irreais. Até mesmo porque, como se sabe, a Câmara só tem 21 cadeiras. Caso as contas dos partidos se confirmem, vai ter que aumentar o número de cadeiras por lá. Pois, chegaremos fácil a 42…
Contudo, como se sabe, a matemática é lógica e a realidade nua e crua dos números acaba devastadora para quem prefere se apegar nas ilusões.
Veja o caso do PSB do prefeito Zé Carlos do Pátio, que na formação da chapa chegou a falar que a sigla poderia fazer até oito vereadores. Mas, na hora do vamos ver, de fechar a chapa, faltou interessados em engrossar a cauda do partido para disputar a eleição no próximo dia 6 de outubro.

Com isso, o PSB ficou com uma boa cabeça de chapa, composta por seis vereadores e três então secretários da gestão patiana. No frigir dos ovos uma chapa sem calda, bastante pesada e considerada pelos cientistas políticos e matemáticos, contratados pelo Papo para analisar o cenário, como sendo a verdadeira “Chapa da Morte”. 

Assim, ao contrário das oito vagas que o prefeito chegou a delirar que o PSB faria, as projeções, tendo como estimativa para o quociente eleitoral na casa dos seis mil votos, apontam para a eleição de apenas três a quatro vereadores.
“Aí que a porca torce o rabo”, como diz ditado popular, com o prefeito não escondendo que os seus preferidos são os ex-secretários (Vinícius Amoroso, Huani Rodrigues e Mara Gleibe) e mais o vereador Kaza Grande, os outros cinco vereadores que compõem a atual bancada socialista na Câmara Municipal não terão vida fácil para a reeleição. Vão ter que ralar muito para voltar.

6- UM DOS QUE TERÃO

vida dura na campanha é o fiel escudeiro de Pátio na Câmara. O vereador Reginaldo Santos, que tem que fazer toda semana um verdadeiro contorcionismo para defender a gestão patiana na Câmara. Ainda mais agora, que o prefeito perdeu a maioria.
De tanto tentar defender o indefensável, ele recebeu o apelido de “enxugador de gelo”. E até já ganhou o direito de pedir música no Fantástico, pois retirou 3 vezes o projeto executivo que cria cargos, por vislumbrar mais uma derrota acachapante na votação.

Os próprios colegas já alertaram Reginaldo de que ele está assumindo desgastes desnecessários para defender Pátio, que não retribuirá na campanha tanto esforço e os desgastes que está chamando para si. Lembram a ele o destino do líder de Pátio na legislatura anterior.

O saudoso vereador Juary Miranda não conseguiu ser reeleger, mesmo com Pátio tendo sido reeleito com quase 44% dos votos na eleição de 2020. Reginaldo dá de ombros e prefere, pelo que tudo indica, pagar para ver. Por conta disso, “o defensor do indefensável” está sendo chamado também de São Tomé.
E está ai bem claro, enquanto o líder Reginaldo se desgasta na Câmara, o prefeito Zé do Pátio protege os seus ex-secretários, os levando para bem pertinho dele na Secretaria de Governo e oferecendo total apoio para suas campanhas políticas.
- PUBLICIDADE -spot_img

1 COMENTÁRIO

  1. Os servidores públicos estão mesmo mal representados com esse vereador Reginaldo MENTROSO! Jurou de pés juntos que não se tratava da criação de novos cargos, e como visto os NOVOS cargos eram para acomodar os queridinhos do Rei!!! Que falta de vergonha dessa gente que diz que trabalha pela população!

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -
- PUBLICIDADE -

Mais notícias...

Série D: União enfrenta o CRAC fora de casa por permanência no G4

O União Esporte Clube encara o CRAC (GO), neste domingo, às 16h, na Arena Rifertil, na cidade goiana de...
- Publicidade -
- Publicidade -spot_img

Mais artigos da mesma editoria

- Publicidade -spot_img