20.2 C
Rondonópolis
, 14 julho 2024
 
 

Levantamento mostra quais times da Libertadores e Sul-Americana possuem maior alcance nas redes sociais

Somatório de seguidores no Instagram, Tik Tok, X e Facebook foi considerado

Leia Mais

- PUBLICIDADE -spot_img

Nesta terça-feira (2), as fases de grupos da Copa Libertadores e da Copa Sul-Americana se iniciam com sete times brasileiros em cada uma das competições.

Na última década, os clubes do país têm sido predominantes em participações em finais dos dois torneios e também mostram ampla vantagem em relação ao alcance nas redes sociais.

Em levantamento exclusivo do site APOSTAGOLOS, o número de seguidores nas plataformas Instagram, Tik Tok, X (antigo Twitter) e Facebook foi analisado e um ranking com o número total das quatro redes foi feito. No top-10, são sete clubes do Brasil, com os “intrusos” argentinos Boca Juniors e River Plate, além do equatoriano Barcelona de Guayaquil.

O Flamengo lidera o ranking com alcance de 51 milhões de contas nas redes sociais. O segundo é o Corinthians, que soma 34 milhões.

Em seguida aparece a dupla Boca e River, praticamente empatados com 27 milhões. O São Paulo fecha o top-5 com alcance de 19 milhões (abaixo, veja o ranking dos 20 primeiros).

Líderes em seguidores por país

Depois de Flamengo, Corinthians e São Paulo, Palmeiras (17 milhões), Grêmio (10 milhões), Atlético Mineiro (10 milhões), Cruzeiro (nove milhões), Fluminense (oito milhões), Internacional (7 milhões) e Botafogo (5 milhões) compõem a lista dos 10 clubes brasileiros com mais seguidores nas principais redes sociais.

Quanto aos argentinos, depois da dupla Boca e River, o próximo a aparecer no ranking é o San Lorenzo, na 20° posição geral, com total de quase três milhões de seguidores. Em seguida, o Racing aparece com dois milhões e o Talleres, com o mesmo número aproximado, fecha os cinco primeiros.

Os peruanos Alianza Lima e Universitario chamam atenção no ranking geral, ocupando a 13° e 14° posição, respectivamente, cada um com mais de cinco milhões de seguidores.

O time colombiano mais bem posicionado é o Millionarios, em 16°, com 4,5 milhões de seguidores. No Chile, a equipe com maior alcance é o Colo-Colo, em 17°, que soma pouco mais de quatro milhões de seguidores.

O uruguaio com maior alcance é o Peñarol, em 22°, com quase três milhões. O Cerro Porteño é o primeiro entre os paraguaios, 27° no ranking, com 1,7 milhões. O Bolívar lidera entre os bolivianos, 32° geral, com 1,4 milhões. O Caracas é o time venezuelano mais popular das redes, com total de quase 800 mil seguidores somados.

Times brasileiros com mais seguidores nas competições Sul-Americanas*

1° Flamengo – Total: 51,034,841
2° Corinthians – Total: 34,292,622
3° São Paulo – Total: 19,691,460
4° Palmeiras – Total: 17,994,588
5° Grêmio – Total: 10,881,162
6° Atlético Mineiro – Total: 10,418,627
7° Cruzeiro – Total: 9,354,052
8° Fluminense – Total: 8,041,601
9° Internacional – Total: 7,356,870
10° Botafogo – Total: 5,132,371

*Soma dos seguidores nas páginas oficiais dos times no Instagram, Tik Tok, X e Facebook

Top-20 geral de times com mais seguidores nas competições sul-americanas em 2024*

1° Flamengo – Total: 51,034,841
2° Corinthians – Total: 34,292,622
3° Boca Juniors – Total: 27,549,748
4° River Plate – Total: 27,205,627
5° São Paulo – Total: 19,691,460
6° Palmeiras – Total: 17,994,588
7° Grêmio – Total: 10,881,162
8° Atlético Mineiro – Total: 10,418,627
9° Barcelona Guayaquil – Total: 10,266,938
10° Cruzeiro – Total: 9,354,052
11° Fluminense – Total: 8,041,601
12° Internacional – Total: 7,356,870
13° Alianza Lima – Total: 5,853,409
14° Universitario – Total: 5,584,289
15° Botafogo – Total: 5,132,371
16° Milionarios – Total: 4,594,071
17° Colo-Colo – Total: 4,251,647
18° Fortaleza – Total: 3,663,554
19° Athletico Paranaense – Total: 3,657,590
20° San Lorenzo – Total: 2,864,299

*Soma dos seguidores nas páginas oficiais dos times no Instagram, Tik Tok, X e Facebook

 

- PUBLICIDADE -spot_img

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -
- PUBLICIDADE -

Mais notícias...

ECA, 34 anos: proteção digital de crianças é principal desafio

Criado para garantir direitos e a proteção de pessoas com menos de 18 anos, o Estatuto da Criança e...
- Publicidade -
- Publicidade -spot_img

Mais artigos da mesma editoria

- Publicidade -spot_img