25.4 C
Rondonópolis
 
 

Missa dos Santos Óleos: Dom Maurício enfatiza o protagonismo do Espírito Santo

Leia Mais

- PUBLICIDADE -spot_img
Além da consagração dos óleos do Crisma, dos catecúmenos e unção dos enfermos, os padres renovaram suas promessas sacerdotais (Foto – Divulgação)

O bispo diocesano de Rondonópolis-Guiratinga, dom Maurício da Silva Jardim, afirmou na noite da Quarta-feira Santa (27), que a Páscoa deve ser um tempo respeitado e vivido pelos católicos como “a festa mais importante da Igreja” e que, por essa importância, “merece toda atenção, preparação e participação”. Ele lembrou que “da Páscoa decorrem todas as outras memórias, festas e solenidades, inclusive a festa do padroeiro da paróquia”.

Foi durante a celebração da Missa dos Santos Óleos, na Catedral Santa Cruz, evento anual em que a igreja católica realiza a bênção do óleo destinado aos batizados, crismas e unção dos enfermos, nas 22 paróquias que forma a Diocese, no ano em curso.

Segundo Dom Maurício, a celebração, na véspera do início do tríduo pascal, também chamada Missa do Crisma, “é expressão da unidade de nossa Diocese, hoje aqui representada pelos cristãos leigos e leigas, consagrados e consagradas e os ministros ordenados, que reunidos com o bispo, expressam sua comunhão eclesial”.

Além da consagração dos óleos do Crisma, dos catecúmenos e unção dos enfermos, os padres renovaram suas promessas sacerdotais.

PROTAGONISMOS NA IGREJA

Citando a primeira fala de Jesus na Sinagoga de Nazaré, no Evangelho do dia (Lucas 4,16-21), Dom Maurício enfatizou que o Espírito Santo é o grande protagonista da igreja.

“O Espírito Santo é o protagonista da ação evangelizadora. É o agente número um que sempre toma a iniciativa. A própria Igreja é obra do Espírito Santo, por Ele é guiada, fortalecida e iluminada. Se a Igreja Católica perdurou ao longo da história, é graças a ação do Espírito Santo; não se restringe a obra humana. Nosso lugar na Igreja é de cooperadores com Deus. Devemos nos colocar à disposição do Espírito Santo, para uma participação ativa e entrar no seu ritmo e movimento, pois Ele sopra onde quer. Não devemos limitar sua potência. Sabemos que sua direção é sempre em favor da presença do Reino de Deus no meio de nós”, catequizou o bispo.

COMUNHÃO DA IGREJA

Dom Maurício Jardim ressaltou ainda que a verdadeira comunhão da Igreja somente de dá pelo dom do Espírito Santo. “Não somos um partido, uma associação ou clube de amigos, que fazem acordos, alianças para ver qual proposta vencerá. Somos Igreja; quem nos guia é o próprio Espírito, por isso nosso princípio é a comunhão, uma palavra-chave para entender que fazemos parte do mesmo corpo, com membros diferentes, mas parte do mesmo corpo, unido em Cristo”, ensinou.

BÊNÇÃO PELO ESPÍRITO

“Na bênção dos óleos e na consagração do óleo do Crisma, vamos suplicar que seja infundida a força do Espírito Santo”, citou. O mesmo Espírito, segundo Dom Maurício, invocado sobre água para o batismo e na prece de ordenação de um novo diácono, padre ou bispo.

“Suplicamos que a força do Espírito Santo venha sobre o eleito. Portanto, desde o batismo, suplicamos a força e unção do Espírito Santo”, resumiu.

 

 

————  CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE  ————
————————————————————————————.

 

 

No ato de renovação das promessas sacerdotais, Dom Maurício lembrou ao clero que o padre ou bispo não é ordenado para si próprio, mas para a comunidade. “Fomos ungidos e enviados para os outros. Jesus lê em Isaías.

“Ele me ungiu e enviou para anunciar o Evangelho aos pobres, aos presos, aos cegos, aos oprimidos; enviou-me para proclamar um ano da graça do Senhor”, ensinou, completando com a pergunta: “Quem são hoje os outros para os quais o Espírito nos unge e envia”?

Encerrando a homilia, dom Maurício lembrou que em 2023, nas paróquias da Diocese de Rondonópolis-Guiratinga foram realizados 2.150 batismos, 1.839 crismas e “somente Deus sabe quantas unções dos enfermos”.

E reforçou o pedido para que a comunidade católica reze pelo clero: “Peço a todos vocês cristãos leigos e leigas, que rezem por nós ministros ordenados e por todas as vocações, para sermos fiéis ao chamado do Senhor”, afirmou para, em seguida, convidar os padres para o ato de renovação de suas promessas sacerdotais.

 

- PUBLICIDADE -spot_img

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -
- PUBLICIDADE -

Mais notícias...

Após enxurrada de reclamações: Saúde anuncia medida para amenizar caos no PA Infantil

Depois da enxurrada de reclamações de usuários sobre o caos no Pronto Atendimento Infantil, situação mostrada pelo A TRIBUNA...
- Publicidade -
- Publicidade -spot_img

Mais artigos da mesma editoria

- Publicidade -spot_img