18.5 C
Rondonópolis
, 19 maio 2024
 
 

Após reportagem do A TRIBUNA: Prefeitura diz que fará obra definitiva em erosão

Leia Mais

- PUBLICIDADE -spot_img
O A TRIBUNA mostrou, neste fim de semana, a grande erosão que se formou na Avenida dos Estudantes

Depois da reportagem do A TRIBUNA, deste fim de semana, que mostrou a situação crítica da erosão que tomou conta da Avenida dos Estudantes, nas proximidades da rotatória da Rua Dom Pedro II, a prefeitura informou, por meio da Secretaria Municipal de Infraestrutura, que fará uma obra definitiva no local e não irá realizar paliativos neste momento.

Conforme a Sinfra, um projeto já está em fase de finalização e deve ser encaminhado para licitação. A obra, ainda sem data para ter início, deve ser executada em três meses após começar.

A pasta informou ainda que o canal de drenagem na região deve ser reconstruído a partir de um projeto redimensionado, uma vez que o fluxo de água no local é superior daquele que a rede de drenagem atual tem capacidade de receber. Enquanto o serviço não tem início, a Sinfra afirmou que irá monitorar a erosão.

O A TRIBUNA mostrou, neste fim de semana, a grande erosão que se formou na Avenida dos Estudantes e já tomou parte da pista, sendo que agora avança sobre a rotatória da Rua Dom Pedro II, colocando em risco quem trafega pela região.

A condição do trecho é crítica e ainda segue com uma sinalização precária, com apenas alguns cavaletes que mal são visualizados pelos condutores.

 

 

———— CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE  ————
————————————————————————————

 

 

Problemas recorrentes

Desde que as obras de drenagem tiveram início na Avenida dos Estudantes, muitos problemas ocorreram e com a construção da rotatória na Rua Dom Pedro II, a erosão neste trecho específico só vem aumentando.

Vários paliativos já foram feitos pelo Município, mas o problema nunca foi resolvido com uma obra definitiva, e só vem se agravando.

Como o A TRIBUNA acompanhou nos últimos anos, com várias reportagens que mostravam as condições da Avenida dos Estudantes, muitas críticas sempre foram feitas questionando a qualidade dos projetos elaborados, a condução e a qualidade das obras executadas e, ainda, a fiscalização ineficiente por parte da prefeitura e, até hoje, os problemas persistem sem que uma solução definitiva seja adotada pelo Município.

 

- PUBLICIDADE -spot_img

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -
- PUBLICIDADE -

Mais notícias...

Baixa do Guaíba revela destruição e prejuízo em Porto Alegre

Este sábado (18) começou sem chuva e com sol em Porto Alegre. A água das ruas já baixou em...
- Publicidade -
- Publicidade -spot_img

Mais artigos da mesma editoria

- Publicidade -spot_img