1/dezembro, 2023
 
 

Mais de R$ 3,5 milhões: Derf cumpre mandados contra quadrilha que desviou peças automotivas em Roo

Leia Mais

- PUBLICIDADE -spot_img
Policiais cumprem mandado em Rondonópolis durante a Operação Funcionário do Mês (Foto – Divulgação)

A Polícia Civil, por meio da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) de Rondonópolis deflagrou, ontem (16), a “Operação Funcionário do Mês”, com o cumprimento de 54 ordens judiciais contra uma associação criminosa envolvida no desvio de mais de R$ 3,5 milhões em peças automotivas.

- Publicidade -

Cinco mandados de prisão preventiva, 18 de busca e apreensão domiciliar, além de 31 medidas cautelares diversas foram cumpridas em Rondonópolis, Campo Verde, Jaciara e Lucas do Rio Verde.

As investigações coordenadas pelo delegado da Derf Rondonópolis, Fábio Nahas, iniciaram no mês de agosto, identificando uma associação criminosa, liderada por um funcionário da empresa vítima. Durante os trabalhos, foram identificados pelo menos 180 furtos qualificados praticados contra a empresa, entre os meses de junho a outubro deste ano.

Com base nas investigações, foi representado pelas ordens judiciais contra o funcionário da empresa e outros quatro integrantes do grupo, identificados nas investigações, que foram deferidas pela Justiça e cumpridas ontem (16).

Após a denúncia de desvio de mercadorias ser comunicada à Derf, foi instaurado procedimento investigativo para apurar o crime de furto qualificado pelo abuso de confiança, tendo como alvo principal o funcionário da empresa revendedora de peças automotivas, que atuava no setor de vendas no atacado.

Responsável pelo atendimento de grandes clientes, foi identificado que o investigado desviou, de forma premeditada e reiterada, peças e pneus, causando um prejuízo estimado em R$ 3,5 milhões para a vítima.

Usando da sua posição de confiança na empresa e perante os consumidores, o investigado promoveu vendas fictícias com base nos limites de crédito dos clientes, desviando as mercadorias para endereços de entrega divergentes dos mencionados nas notas fiscais.

Para prática dos crimes, o investigado contou com o apoio de mais quatro suspeitos que auxiliavam na subtração das peças. Nas investigações também foram identificados receptadores das mercadorias em diversos municípios do Mato Grosso. (Com informações da assessoria)

 

- PUBLICIDADE -spot_img
- Publicidade -spot_img

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- PUBLICIDADE -spot_img

Mais notícias...

Efeito ferrovia: Projeto impõe multa milionária

Tramita, na Câmara Municipal, projeto de Lei que pode fazer com que a empresa Rumo/SA tenha que pagar uma...
- Publicidade -
- Publicidade -

Mais artigos da mesma editoria

- Publicidade -