22.1 C
Rondonópolis
 
 

Em regime de Urgência: Projeto de Pátio que cria mais de 160 novos cargos deve “esquentar” sessão da Câmara

Leia Mais

- PUBLICIDADE -spot_img
Sessão da Câmara desta quarta-feira promete e deve ocorrer com “temperatura” elevada (Foto – Arquivo)

Polêmica à vista! Na sessão de hoje (3), marcada para começar às 13h30, os vereadores vão debater mensagens encaminhadas, em regime de urgência, pelo prefeito Zé Carlos do Pátio (PSB), que preveem a criação de novos cargos na estrutura organizacional de diversas secretarias municipais.

O encaminhamento à pauta de votação da sessão de hoje foi discutida na Ordem do Dia realizada na tarde de ontem (2) que, como se tratou da primeira do mês, ocorreu de portas fechadas, sem a presença da imprensa.

O presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), vereador Subtenente Guinancio (PSDB) avisou que não dá para votar a “toque de caixa”, como quer o Executivo, uma proposta de criação de mais de 160 novos cargos “na semana final das condutas vedadas por conta do pleito eleitoral deste ano”.

O envio destes projetos, por parte do prefeito, faltando pouco menos de nove meses para o final do seu mandato, no entender de Guinancio, só tem uma explicação: “interesse eleitoral”.

De acordo com o tucano, serão criados 16 cargos na Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico (SMDE), 23 na Secretaria Municipal de Ciência, Tecnologia e Inovação (SECITI), 26 no Gabinete de Comunicação Social (GCOM), 100 na Secretaria Municipal de Educação (SEMED) e um na Secretaria Municipal de Transparência Pública e Controle Interno (SETRACI).

No Desenvolvimento Econômico, GCOM e SECITI, conforme o vereador, o valor dos salários variam de R$ 3.108,31 a 7.684,77.

“Chama mais a atenção no Gabinete de Comunicação onde terá 26 cargos, que antes era praticamente só de assessor”, citou Guinancio.

 

 

———— CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE  ————
————————————————————————————

 

 

Ele também ressaltou que chama bastante atenção a criação de novos cargos na SEMED. “Está criando 97 funções de confiança com o valor de R$ 2.102,94. Além disso, três cargos de assessor jurídico, que não existe no organograma da secretaria, com o maior salário de R$ 7.684,77 e o menor de R$ 6.344,92”, observou Guinâncio.

OUTRO LADO

Líder do prefeito na Casa de Leis, o vereador Reginaldo Santos (SD) explicou que os projetos encaminhados por Pátio buscam apenas fazer uma reorganização da estrutura funcional das respectivas secretarias.

“Na verdade, este projetos encaminhados pelo prefeito praticamente mudam apenas as nomenclaturas de cargos. Isto é, suprime funções e cria com novas designações. Portanto, não há uma enxurrada de novos cargos nestas propostas”, minimizou Reginaldo.

 

- PUBLICIDADE -spot_img

2 COMENTÁRIOS

  1. Vai passar com certeza! Afinal, os vereadores do grupo do Prefeito, que são maioria, também se beneficiam com esses cargos. E nós, cidadãos de bem, que trabalhamos duro para pagar nossos impostos, temos que sustentar essa pouca vergonha! Se for analisar, esses cargos comissionados que o Prefeito anda criando são todos inconstitucionais.
    Então pergunto: Cadê o Ministério Público???? Será que tbm não está vendo isso?!!!

  2. 160 Parasitas para atrapalhar e sugar mais ainda assim como estes vereadores de rondonópolis porque isso tudo 10 no maximo deveria ter em Rondonópolis

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -
- PUBLICIDADE -

Mais notícias...

Eleições 2024: PT quer ser o “Pelé” de Pátio na corrida sucessória

No decorrer da semana, numa entrevista concedida ao programa “Bom dia Cidade”, da 104 FM, o prefeito de Rondonópolis,...
- Publicidade -
- Publicidade -spot_img

Mais artigos da mesma editoria

- Publicidade -spot_img