17 C
Rondonópolis
, 21 maio 2024
 
 

Loucura poética

Leia Mais

- PUBLICIDADE -spot_img
(*) Jorge Manoel

No fundo, lá no meu âmago transbordante,
escrevo versos que fluem sem cessar.
E extravaso a dor e a alegria arrebatante,
num poema que me ajuda a me encontrar.

Escrevo, assim como louco, com maestria,
desvendando os mistérios que me rodeiam.
Os anseios, as dúvidas, desejos, a melancolia,
as palavras que no peito afloram e incendeiam.

Autopsicografia, a arte de me desnudar,
nesse papel onde meus sonhos são vivos,
em versos que fazem minha alma cantar.
Como louco, mergulho nos meus abismos,
descrevo meu íntimo de forma destemida,
na poesia, encontro a verdade escondida.

(*) Jorge Manoel – jornalista, professor, intérprete e poeta

 

- PUBLICIDADE -spot_img

1 COMENTÁRIO

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -
- PUBLICIDADE -

Mais notícias...

“Marinho Franco”: Aeroporto tem maior crescimento de passageiros em Mato Grosso em 2023

Dados do boletim do turismo da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sedec), divulgado na última semana, mostram que...
- Publicidade -
- Publicidade -spot_img

Mais artigos da mesma editoria

- Publicidade -spot_img