27.7 C
Rondonópolis
 
 

A importância da curadoria de conteúdo para a sua vida

Leia Mais

- PUBLICIDADE -spot_img
02/4/2024 – Nº 7333 – Ano 18

Não é novidade para ninguém que vivemos na era da hiperconexão. Aliás, do modo como a sociedade vem lidando com isso, parece ter se transformado no mal do século, já que tanto as crianças e jovens, como os adultos enfrentam diariamente o bombardeio ininterrupto de estímulos digitais, vinte e quatro horas por dia, sete dias por semana (24/7), agravando o desconforto emocional e podendo trazer consequências patológicas significativas.

Recebemos milhares de mensagens, notícias e links de conteúdo ou das próprias demandas de nossas atividades, suficientes para que uma pessoa nos anos 50 ou 60 talvez até paralisasse. Estudos indicam que recebemos mais estímulos hoje, em um único dia, do que nossos avós recebiam em toda uma vida.

Segundo pesquisa recente da NordVPN, os brasileiros passam em média, mais de 90 horas por semana conectados à internet, imersos no seu oceano digital particular ditado por algoritmos cada vez mais inteligentes.
Diante desse cenário, é necessário adotar estratégias para equilibrar o jogo.

A primeira e aparentemente mais importante é tornarmo-nos donos da nossa trajetória. Por isso, sugiro uma espécie de curadoria rotineira de conteúdo, abandonando a posição de reles e pacífico receptor. Cada um de nós precisa assumir o papel de curador de seu próprio conteúdo, filtrando o que é relevante, útil e até mesmo verdadeiro.

Isso é particularmente importante, porque a sobrecarga de informação pode levar à confusão decisória, à superficialidade intelectual e principalmente ao esgotamento. É fácil se perder nesse labirinto, consumindo conteúdo sem utilidade prática e que acaba por nos distrair, tirando-nos do caminho para atingir nossos objetivos pessoais e profissionais.

Mas é óbvio que para termos clareza sobre o que escolher ou mesmo como treinar os algoritmos sobre o que de fato pode nos ser útil, também precisamos saber onde queremos chegar. Definir os assuntos e temas que sejam relevantes na sua rota profissional, escolhendo os conhecimentos que nos ajudarão a chegar ao nosso destino.

A curadoria de conteúdo nos permite selecionar previamente informações que fortalecem nosso perfil e nos capacitam para os desafios que enfrentaremos. Os algoritmos rapidamente entenderão isso e nos ajudarão a acelerar essa busca. Por isso é tão importante não clicar em bobagens ou dar atenção a assuntos ou temas irrelevantes.

Assumir o controle sobre o que consumimos digitalmente não significa rejeitar a diversidade de perspectivas ou evitar aprender coisas novas. Pelo contrário, significa priorizar o que é relevante e valioso para nossos objetivos e interesses. Significa adotar uma abordagem consciente e deliberada em relação ao que permitimos que acesse nossas mentes.

Então, antes de clicar em mais um link ou deslizar para baixo na interminável linha do tempo, pare e pergunte a si mesmo: isso realmente me levará mais perto de onde quero estar? A resposta pode ser o primeiro passo para uma vida digital mais significativa, gratificante e intelectualmente produtiva.

Essa espécie de auto-curadoria não apenas nos auxilia a sermos consumidores mais críticos, com engajamento intelectual relevante, mas também pode nos transformar em produtores ativos de conhecimento, contribuindo para a qualificação das comunidades online e construindo nossa reputação digital, à medida que compartilhamos e até mesmo produzimos conteúdos relevantes.

É claro que esse novo posicionamento pode ser desafiador, especialmente quando se trata de orientar nossa própria trajetória profissional. É aqui que a mentoria executiva ou de carreira pode ser uma ferramenta fundamental.

A mentoria de carreira não se trata apenas de conselhos práticos, mas também de apoio emocional e encorajamento, porém, nesse caso específico, um mentor experiente pode auxiliar na construção do Plano de Desenvolvimento Individual (PDI), oferecendo insights valiosos sobre quais conhecimentos e em quais momentos da nossa trajetória são mais relevantes e úteis para atingir nossos objetivos.
Até a próxima.

(*) Eleri Hamer escreve esta coluna às terças-feiras. É empreendedor, Diretor da GoJob Brasil, business advisor, mentor, Talent Hunter, articulista e palestrante –[email protected] – www.linkedin.com/in/elerihamer – Originalmente publicado no Jornal A Tribuna – www.atribunamt.com.br

 

- PUBLICIDADE -spot_img

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -
- PUBLICIDADE -

Mais notícias...

Eleições 2024: PT quer ser o “Pelé” de Pátio na corrida sucessória

No decorrer da semana, numa entrevista concedida ao programa “Bom dia Cidade”, da 104 FM, o prefeito de Rondonópolis,...
- Publicidade -
- Publicidade -spot_img

Mais artigos da mesma editoria

- Publicidade -spot_img