20.9 C
Rondonópolis
, 15 junho 2024
 
 

Apresentado ontem: Relatório aponta para uso de ônibus da Semed na eleição do Conselho Tutelar

Leia Mais

- PUBLICIDADE -spot_img
Guinancio divulga relatório e conclui que houve irregularidades no processo eleitoral à escolha dos conselheiros tutelares (Foto – Arquivo)

O presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara Municipal, vereador Subtenente Guinancio (PSDB) apresentou, na sessão de ontem (13), o resultado do procedimento legislativo aberto na Casa de Leis, em meados de novembro do ano passado, para a apuração de denúncias de irregularidades na eleição que escolheu os novos conselheiros do Conselho Tutelar de Rondonópolis.

No seu relatório, Guinâncio concluiu que houve irregularidades, como o uso de um ônibus escolar da Secretaria Municipal de Educação (Semed) no dia do pleito.

Além disso, o documento apontou que pode ter ocorrido utilização deste bem público para beneficiar candidaturas apoiadas pela atual gestão. Mas, não cita quais são elas.

O vereador afirmou que foi apurado que, no dia da eleição, ocorrida num domingo, onde não tem aula e portanto também não tem transporte de alunos, o ônibus da frota da Semed percorreu 126 km durante todo o dia, com várias paradas em diversos bairros da cidade, como demonstra o sistema de rastreamento.

Ele ainda chamou a atenção para o desinteresse da gestão municipal em contribuir com o procedimento aberto para apuração das denúncias apresentadas, bem como também para a ausência injustificada do motorista responsável pelo ônibus, o que levantou dúvida sobre a legalidade da ação do veículo no dia da eleição para a escolha dos novos conselheiros do município.

Realizada em 1º de outubro do ano passado, o processo eleitoral conduzido pelo Conselho Municipal dos Direitos das Crianças e dos Adolescentes (CMDCA) foi marcado por confusões e polêmicas desde o início.

Na cidade, 28 candidatos concorreram a 10 vagas, sendo cinco no Conselho Tutelar I (Centro) e mais cinco no Conselho Tutelar II (Vila Operária). A votação foi feita por meio de urnas eletrônicas cedidas pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE).

 

 

———— CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE  ————
————————————————————————————

 

 

Transporte de eleitores

Os documentos encaminhados à CCJ indicam supostas irregularidades que teriam sido cometidas por alguns candidatos que conseguiram se eleger, como transporte de eleitores e abuso de poder econômico, entre outras atitudes não permitidas.

“Este vereador conclui o presente procedimento pela existência de irregularidade no uso do veículo ônibus na data de 1º de outubro de 2023 (domingo), sendo necessária a apuração dos envolvidos na utilização do veículo QCJ 5517 e do combustível pertencente ao município de Rondonópolis nas ações realizadas naquela data”, sustentou Guinâncio na sua conclusão do procedimento conduzido pela CCJ da Casa de Leis.

Órgão de Controle Externo

O parlamentou informou ainda que encaminhou as informações colhidas durante o procedimento interno realizado na Câmara Municipal para os Órgãos de Controle Externo, como o Tribunal de Contas do Estado, o Ministério Público Estadual e à Vara da Infância e Adolescência da Comarca de Rondonópolis.

Outro lado

Procurada, a prefeitura de Rondonópolis, por meio do seu Gabinete de Comunicação Social, afirmou que ainda não tinha conhecimento do relatório.
No entanto, negou a utilização de ônibus da Semed em qualquer situação envolvendo o Conselho Tutelar.

Externou ainda que, após receber o requerimento de informações do vereador, apresentou a ele todas as informações necessárias, bem como encaminhou os servidores para serem ouvidos.

 

- PUBLICIDADE -spot_img

1 COMENTÁRIO

  1. Um situação que o vereador deixou bem claro e que desmente a nota da prefeitura é o de que não houve oitiva dos motoristas, ou “motorista”, que os mesmos não compareceram, será porque????
    O velho e sábio ditado diz que quem não deve, não tem……

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -
- PUBLICIDADE -

Mais notícias...

Corrida ao paço: Wellington “rompe” o silêncio e declara apoio a Cláudio Ferreira

Principal liderança do PL em Mato Grosso, o senador Wellington Fagundes, que se licenciou esta semana do cargo para...
- Publicidade -
- Publicidade -spot_img

Mais artigos da mesma editoria

- Publicidade -spot_img