22.9 C
Rondonópolis
, 12 julho 2024
 
 

Cirurgias ortopédicas: SES-MT diz que denúncia de vereador não procede

Leia Mais

- PUBLICIDADE -spot_img
Conforme a Secretaria de Estado de Saúde, a média de permanência da internação de pacientes ortopédicos no Hospital Regional de Rondonópolis é de 4 a 6 dias (Foto – Arquivo)

A Secretaria de Estado de Saúde (SES) rebateu, por meio de nota enviada ao A TRIBUNA, a denúncia feita pelo vereador Adonias Fernandes (MDB), segundo a qual há uma longa fila de espera no Hospital Regional de Rondonópolis por cirurgias ortopédicas, fato este que, inclusive, foi objeto de reportagem veiculada na edição de ontem deste jornal.

Conforme o emedebista, pacientes que precisam de cirurgias ortopédicas no HR estariam tendo que esperar até 30 dias para fazer o procedimento.

“A Secretaria de Estado de Saúde, informa, por meio do Hospital Regional de Rondonópolis, que não procede a informação de que os pacientes aguardam 30 dias para a realização de cirurgia ortopédica na unidade”, afirmou a SES na nota.

Ressalta que a média de permanência da internação de pacientes ortopédicos na unidade é de 4 a 6 dias, “o que demonstra a alta rotatividade dos leitos”.

Reafirma também que a unidade já realizou este ano mais de 5.500 cirurgias, o que significa uma média mensal de 552 procedimentos cirúrgicos. “Somente nesta semana foram executadas 97 cirurgias, sendo 59 ortopédicas”, atesta.

A secretaria pondera na nota que o Hospital Regional de Rondonópolis é referência para o atendimento pelo Sistema Único de Saúde (SUS) de 19 municípios da região sudeste de Mato Grosso, que conta com uma população estimada de 570 mil.

Contudo, explica, que mais da metade dos atendimentos realizados nos primeiros seis meses deste anto são de pacientes rondonopolitanos.

 

 

———— CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE  ————
————————————————————————————

 

 

“Até junho de 2023, 52% das cirurgias realizadas neste ano pela unidade foram de pacientes do município de Rondonópolis”, reiterou, reforçando que a unidade regional é referenciada para atendimentos de alta complexidade, sendo que os atendimentos de baixa complexidade podem ser executados pela gestão municipal.

A SES ainda enfatiza que Rondonópolis é gestão plena em saúde e, diante disso, também tem autonomia na execução de estratégias e projetos que atendam às necessidades da crescente população do município.

 

- PUBLICIDADE -spot_img

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -
- PUBLICIDADE -

Mais notícias...

Azedou de vez! Coletiva escancara “racha” na Federação

O que era para ser apenas uma coletiva de imprensa convocada pelo empresário Carlos Ernesto Augustin, o Teti (PT),...
- Publicidade -
- Publicidade -spot_img

Mais artigos da mesma editoria

- Publicidade -spot_img