24.8 C
Rondonópolis
 
 

Violência: Cinco mortes em menos de 24 horas na região

Leia Mais

- PUBLICIDADE -spot_img

Morreu no Hospital Regional de Rondonópolis, na manhã de ontem (23), Luciano Vaz, de 21 anos, que foi baleado durante a madrugada desse mesmo dia no bairro São Sebastião. Ele foi a quinta pessoa assassinada na região, incluindo Rondonópolis e Pedra Preta, em um período de apenas 24 horas.

O crime que vitimou Luciano aconteceu na Rua São Sebastião. Ele foi alvejado na cabeça, peito e pescoço, e socorrido pelo Samu em estado gravíssimo. Encaminhado ao Regional, ele não resistiu e morreu no período da manhã.

No início da madrugada, um homem identificado como Ivonei Paulo Piruchini já havia sido executado com vários tiros. O crime aconteceu na Rua José Barriga, no bairro Vera Cruz. Conforme a Perícia, a vítima foi atingida na cabeça, braços, costas e abdômen. Ivonei era monitorado por tornozeleira eletrônica.

A sequência de violência teve início ainda no período da tarde de anteontem (22), quando Wender Santos Santana, de 35 anos, foi encontrado já sem vida dentro de um veículo Fiat Uno no km 30 da Rodovia do Peixe.

A vítima recebeu um tiro na cabeça e outros dois tiros acertaram o veículo. Populares acionaram o Samu, que apenas pode fazer a constatação do óbito. Os três casos serão investigados pela Polícia Civil.

Pedra Preta

A cidade vizinha, Pedra Preta, também foi palco de muita violência. Na madrugada de ontem, um homem identificado como Eleodete Baleeiro de Moraes, 41 anos, morreu após ser atingido por vários tiros, incluindo na cabeça.

O crime aconteceu no bairro São Marcos. Conforme informações, dois suspeitos chegaram em um veículo de cor clara e realizaram os disparos em direção a vítima, que morreu no local.

No fim da tarde de anteontem (22), os moradores da cidade já haviam sido surpreendidos com o assassinato de um sargento da Polícia Militar (PM). Djalma Aparecido de Jesus, de 42 anos, foi morto com sete tiros na cabeça enquanto realizava uma caminhada.

Os criminosos fugiram em um veículo Renault Sandero e ainda tentaram incendiar o carro, sem sucesso. Djalma era lotado em Alto Garças e residia em Pedra Preta, cidade em que foi velado e sepultado na tarde de ontem (23).

Força Tarefa

Devido ao crime, as forças de segurança iniciaram trabalho de diligências e estão em busca dos suspeitos. O policiamento da região foi reforçado por equipes do Batalhão de Operações Especiais (Bope) e Rondas Ostensivas Tático Móvel (Rotam) e o caso também está sendo investigado pela Polícia Civil.

O comandante-geral da PMMT, coronel Alexandre Corrêa Mendes, lamentou o brutal assassinato do policial militar e transmitiu as mais sinceras condolências aos familiares do sargento, bem como aos colegas de farda e amigos.

“Prestamos no presente momento a devida assistência aos familiares, assim como reforçamos o apoio humano e logístico aos policias militares lotados na cidade de Pedra Preta e região”, afirmou.

 

- PUBLICIDADE -spot_img

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -
- PUBLICIDADE -

Mais notícias...

Dengue: Integração de tecnologias brasileiras promete acelerar o combate à dengue

Segundo dados divulgados pelo Ministério da Saúde na última quinta-feira (22), o Brasil ultrapassa os 740 mil casos de...
- Publicidade -
- Publicidade -spot_img

Mais artigos da mesma editoria

- Publicidade -spot_img