20.9 C
Rondonópolis
, 15 junho 2024
 
 

Papo Político

Leia Mais

- PUBLICIDADE -spot_img

Júnior Mendonça: “Como será a postura do presidente da Câmara diante da ação judicial do prefeito em relação às emendas impositivas?…”

1- SENHORES E SENHORES,

anotem ai o nosso CALENDÁRIO DAS ELEIÇÕES:
FALTAM147 DIAS PARA O PLEITO ELEITORAL
(E depois das eleições de 6 de outubro serão mais 86 dias para iniciar uma nova gestão. E que o prefeito eleito seja um gestor capacitado para uma Rondonópolis futurista, sonhada pelos rondonopolitanos que visitam as cidades do nortão, como Lucas do Rio Verde, Sorriso e Sinop, e voltam encantados com o que viram em termos administrativos.

E vejam bem, o potencial de Rondonópolis é muito superior a aquelas cidades, por está localizada bem no entrocamento do Brasil norte com o Brasil sul, por possuir um perfeito modal de transportes, capital do bi-trem rodoviário e ter o maior terminal ferroviário da América Latina.

Por tudo isto, o gestor municipal tem à sua disposição um orçamento de 2,5 bilhões. Só faltando mesmo capacidade para planejar o crescimento cada vez maior, com a sua industrialização gerando milhares de empregos.  Portanto, a esperança é para dias melhores a partir de 1º de janeiro de 2025 – qualquer que seja o prefeito a tomar posse.)

2- AS ELEIÇÕES DE

6 de outubro estão por menos de 5 meses, e a movimentação é cada vez maior em Rondonópolis, girando atualmente em torno dos nomes dos dois deputados estaduais Thiago Silva (MDB) e Cláudio Ferreira (PL), que são oposição ao candidato apoiado pelo prefeito Zé do Pátio, o chefe do SANEAR Paulo José Correia (PSB).
E nesta semana que passou o clima esteve mais quente pelo lado da Esquerda. Ela começou com o Zé do Pátio instalando o seu governo na Secretaria de Saúde e terminou com a bronca do PT, que não anda nada satisfeito com as atitudes do prefeito na forma de gerir a pré-campanha do grupo das forças progressistas.

SENHORAS E SENHORES,

começamos a análise pela atitude do Zé em surpreender os servidores da Saúde em iniciar a semana transferindo o seu gabinete para aquela Secretaria. É claro que tudo não passou de um jogo de cena. A secretária de Saúde, Ione Rodrigues, é muito próxima ao prefeito, é da sua inteira confiança, faz parte do seu grupo de choque, e não tem nada que vem acontecendo na Saúde que não seja do conhecimento do Zé do Pátio.

Já faz muito tempo que o rondonopolitano amanhece o dia ouvindo as queixas, pelos programas de rádio, de quem precisa de um atendimento em todos os postos de atendimento de Saúde. É lógico que o prefeito sabe de toda a contrariedade da população com esse Setor.

Na verdade, pegou foi muito mal para a secretária Ione, que acabou como sendo o bode expiatório, ganhou um atestado de incompetência do seu Chefe. Pois o prefeito deixar a sua confortável cadeira no Palácio da Cidadania para mudar para a Secretaria de Saúde para se inteirar da situação, não ficou bem para ela. E o Zé permaneceu toda a semana lá, anunciando de imediato que  contratou 4.517 exames em uma clínica particular para zerar a fila. Só esse grande número de exames pendentes já confirma o que ele negou, realmente a Saúde de Rondonópolis está um caos, o que é a queixa diária das pessoas que procuram o atendimento na rede pública do município.
Outro detalhe é que, como a secretária Ione já estava convocada para prestar esclarecimentos sobre a situação caótica, na reunião de quarta-feira, na Câmara Municipal, o Zé do Pátio, com toda a sua experiência política aproveitou para lhe passar algumas orientações sobre o que declarar aos vereadores, e assim aconteceu: a secretária Ione, no estilo patista, praticamente não esclareceu nada na Câmara, fugiu de todas as perguntas e ainda ficou de responder por escrito depois. Foi um fiasco a sabatina.

3- SOBRE O CLIMA POLÍTICO

pela Esquerda rondonopolitana, a nuvem voltou a ficar agitada e mudando de lugar. Até que parecia uma situação acomodada junto ao grupo das forças progressistas, com o Paulo José definido como o cabeça de chapa e apenas esperando o candidato a vice-prefeito indicado pelo PT.
Mas, como divulgou o A TRIBUNA na edição de sexta-feira, 10, o Carlos Augustin Teti (PT) andou chutando o balde, e apenas deixou vazar que a contrariedade é com a forma que o prefeito Zé do Pátio vem construindo a coalização dos partidos na formação da aliança, sempre favorecendo o seu PSB, principalmente em relação aos seus candidatos prediletos à Câmara Municipal, quase todos eles os seus ex-secretários, e que ainda estão empregados em cargos na Prefeitura.

O Teti, o Wendel Girotto (presidente local do PT), e o presidente da Câmara, vereador petista Júnior Mendonça, que formam a alta cúpula do partido, só não revelaram é que ficaram sabendo que o articuloso Zé do Pátio estaria preparando mais uma das suas na busca de uma mulher para ser candidata a vice na chapa do Paulo José.

E ela estaria fora do grupo das forças progressistas. Portanto, a candidatura de vice não ficaria com o Partido dos Trabalhadores, e nem com nenhum outro da Federação Brasil Esperança.

SEGUNDO INFORMAÇÕES

de bastidores chegadas à Coluna, o Paulo José esteve em Cuiabá nesta sexta-feira, 10, em conversações políticas no Palácio Paiaguás, tendo como alvo executar o planejado pelo Zé do Pátio e, se possível, até um contato com o governador Mauro Mendes, pois o objetivo seria um convite para o União Brasil compor com o grupo, o tirando do apoio ao Thiago Silva (MDB) e “realizar o sonho do prefeito” em ter a presidente da ACIR, a Marchiane Fritzen como a companheira de chapa do Paulo José Correia.
Esta foi a bomba não revelada ainda pelo Teti, mas que o deixou muito insatisfeito com as manobras de Zé do Pátio, e o fez declarar que vai conversar com o presidente da República, Lula, para que a Federação lance mesmo candidatura própria a prefeito de Rondonópolis, o que, aliás, já é um desejo manifestado pelo presidente. E o candidato a prefeito seria ele, o Teti, ou até mesmo o presidente da Câmara, Junior Mendonça.

Do estrategista político Zé do Pátio tudo pode acontecer. Ele quer mesmo uma candidatura a vice do Paulo José saindo da classe empresarial, e melhor ainda que seja uma mulher.

A Marchiane Fritzen, que disputou como vice do Luizão na eleição passada, vem ganhando muito espaço eleitoral e esteve até contada para ser lançada pré-candidata a prefeita, vindo a desistir para apoiar a pré-candidatura de Thiago Silva.
A Coluna até acredita que ela, super envolvida com a organização do grande evento da ACIR, com a premiação das empresas de Rondonópolis com o Troféu Destaque Empresarial, na noite deste sábado, 11, possa nem ter sido ouvida ainda sobre essa pretensão do Zé do Pátio. E ainda, dificilmente ela aceitaria essa candidatura agora.
O fato é bombástico, vamos esperar que ele possa vir a público através da própria Federação (PT, PV e PCdoB), que há muito tempo demonstra contrariedade com o prefeito Zé do Pátio, aliás, desde as eleições passadas quando houve o lançamento da candidatura a deputada federal da primeira dama, Dona Neuma, pelo PSB, fora da Federação, e ai custou a derrota da candidata Rosaneide (PT), pois apesar de ser a mais votada do Estado não se conseguiu o coeficiente eleitoral para conquistar uma vaga.

4- UMA OUTRA SITUAÇÃO

nesta semana que irritou os vereadores foi a atitude do prefeito Zé do Pátio em não pagar as emendas impositivas previstas na Lei de Orçamento Anual (LOA) e ainda entrou com uma ação de inconstitucionalidade na Justiça para não ser obrigado a acatar essas emendas até o dia 30 de junho próximo.

Acontece, Senhores e Senhoras, que são mais de 35 milhões para serem divididos entre os 21 vereadores com suas emendas impositivas, sendo 50% desse total para a área de saúde.

Cada vereador tem direito a quase 1,7 milhão de Reais para turbinar suas ações nesse final de mandato com as emendas impositivas, que foram aprovadas junto ao Orçamento sem o querer do prefeito, e para serem executadas até o dia 30 de junho. Isto daria um grande impulso em suas candidaturas para a reeleição. E ai está o X da questão.
Fazem as contas…após a janela partidária, o Zé perdeu a maioria na Câmara. Atualmente são 14 vereadores na oposição, a bancada da situação ficou apenas com 6, o presidente Júnior Mendonça completa os 21. A preocupação do Zé do Pátio é não turbinar esses 14 vereadores, potenciais cabos eleitorais divididos entre os dois possíveis adversários de Paulo José.

E assim ele preferiu sair para mais um confronto com os vereadores. Os seis da sua base devem ser contemplados com outros meios, pois têm a máquina pública do lado.

Resta saber como vai comportar nessa o presidente da edilidade, o Júnior Mendonça, que ultimamente já vinha demonstrando uma queda para apoiar o Paulo José, participando de muitas reuniões pelos bairros, nos eventos do prefeito. Sem direito a vaga de vice-prefeito para o PT e sem as emendas impositivas na Câmara, vamos começar esta semana de olho nas reações do Junior Mendonça em relação ao Zé do Pátio.
- PUBLICIDADE -spot_img

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -
- PUBLICIDADE -

Mais notícias...

Baixa umidade: Previsão é de dias ainda mais secos e quentes em Rondonópolis

Rondonópolis deve ter dias ainda mais secos pela frente. O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) prevê que, neste fim...
- Publicidade -
- Publicidade -spot_img

Mais artigos da mesma editoria

- Publicidade -spot_img