24.8 C
Rondonópolis
 
 

Dia das Mães pode movimentar mais de R$ 760 milhões na economia de MT

Leia Mais

- PUBLICIDADE -spot_img
(Foto – Divulgação)

A pesquisa de intenção de compra dos mato-grossenses para o Dia das Mães, revelou que 64% dos entrevistados pretendem fazer compras em comemoração à data, celebrada no próximo dia 14 (domingo).

O levantamento foi realizado pelo Instituto de Pesquisa e Análise da Fecomércio Mato Grosso (IPF-MT) com 266 pessoas de 32 municípios do estado, entre os dias 6 a 27 de abril.

O levantamento traz o gasto médio dos entrevistados, que será de R$ 334,16, o que, segundo a análise do IPF-MT, poderá movimentar até R$ 762 milhões na economia do estado. Roupas e acessórios foram os objetos mais citados por 38% dos entrevistados, que pretendem presentear as mamães, seguido de perfumes 33%, chocolate 6%, e eletrônicos com 5%.

O presidente da Fecomércio-MT, José Wenceslau de Souza Júnior, demonstra otimismo com a segunda melhor data comemorativa do ano para as vendas. “O Dia das Mães é uma data bastante celebrada no país, principalmente pelos comerciantes por ser considerada uma das datas mais importantes do calendário comercial. Esperamos que as vendas no comércio impulsionem e aqueçam ainda mais a economia de Mato Grosso, aumentando as vendas em vários segmentos do comércio e serviços”, destacou.

As lojas de rua serão os estabelecimentos mais procurados por 62% dos que disseram que irão realizar compras no período. Outros 22% disseram que vão fazer compras em shopping centers e apenas 7% das pessoas devem comprar em sites ou aplicativos.

Entre os que não consumirão na data, 49% disseram que não comemoram; em seguida 25% apontam questões financeiras e 17% por distância geográfica, ou seja, não moram no mesmo local da pessoa que desejam presentear.

Outro dado interessante da pesquisa é sobre as formas de pagamento na hora da compra do presente. Para os que pretendem comprar na data, o cartão de crédito será o mais utilizado com 45%, o cartão de débito 22%, e o pagamento via PIX 19%. O menos citado foi o dinheiro em espécie, com apenas 15%.

Wenceslau Júnior destaca, ainda, os presentes de eletrônicos e eletrodomésticos., que têm crescido nos últimos anos. “As mães também estão conectadas e gostam de ganhar produtos modernos, de última geração, elevando o ticket médio por serem bens de maior valor”, afirma ele.

O Sistema S do Comércio, composto pela Fecomércio, Sesc, Senac e IPF em Mato Grosso, é presidido por José Wenceslau de Souza Júnior. A entidade é filiada à Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), que está sob o comando de José Roberto Tadros.

 

- PUBLICIDADE -spot_img

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -
- PUBLICIDADE -

Mais notícias...

Dengue: Integração de tecnologias brasileiras promete acelerar o combate à dengue

Segundo dados divulgados pelo Ministério da Saúde na última quinta-feira (22), o Brasil ultrapassa os 740 mil casos de...
- Publicidade -
- Publicidade -spot_img

Mais artigos da mesma editoria

- Publicidade -spot_img