Um caminhão ficou dependurado após uma ponte de madeira desabar no momento em que o veículo passava por sobre a estrutura. O acidente aconteceu na manhã dessa quarta-feira (18) na MT-458, mais conhecida como estrada dos Violas, na região do Assentamento São Francisco, zona rural de Rondonópolis, e por pouco muito pouco não acabou em tragédia.

O caminhão envolvido no acidente é do tipo betoneira e estaria carregado de concreto no momento. Por pura sorte, a ponte ruiu no momento em que o pesado veículo já terminava de atravessar por ela, o que pode ter contribuído para que o estrago fosse menor. O motorista do veículo conseguiu sair ileso do veículo.

A ponte, que ficou intransitável, fica a cerca de 35 quilômetros de Rondonópolis e serve tanto à população do Assentamento São Francisco, quanto da região do Pontal do Areia, que ficaram com o acesso à cidade comprometido.

Não é de hoje que os moradores da zona rural da cidade reclamam do péssimo estado de conservação de suas pontes e estradas, que aguardam por manutenção que já vem sendo prometida há tempos. Em muitos casos, esses moradores cobram a substituição das pontes de madeira por pontes de concretos, que seriam mais resistentes e menos suscetíveis às intempéries do tempo.

 

 

————  CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE  ————————————————————————————————

 

 

Com relação às estradas da zona rural, a Secretaria de Agricultura anunciou que começou uma operação de recuperação das vias nesta terça-feira (17) pela região da Gleba São João, que fica próximo da Gleba Rio Vermelho, já próximo da cidade.

Questionada sobre a situação da ponte que desabou, a Prefeitura afirmou que a causa do acidente teria sido o sobrepeso do caminhão e que um desvio será viabilizado para garantir a trafegabilidade de quem passa por ali.

O Município afirma ainda que a Secretaria Municipal de Infraestrutura está elaborando estudo de viabilidade para definir a melhor proposta de execução da ponte, mas não informou quando a estrutura estará em condições de tráfego novamente.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui