Na missão de combate às drogas, a Polícia Federal atua tanto em atividades preventivas quanto repressivas (Foto – Arquivo)

A Polícia Federal realiza, ao longo desta semana, atividades de cunho preventivo e repressivo contra às drogas, com a apresentação de seus projetos a servidores da área da educação em Rondonópolis.

As ações ocorrem em celebração da Semana Nacional de Políticas sobre Drogas, lembrada na quarta semana de junho, conforme previsto na Lei 13.840/2019.

Essa semana foi selecionada em alusão ao Dia Internacional de Combate às Drogas e Entorpecentes, celebrado em 26 de junho. Em Rondonópolis, a Polícia Federal tem atualmente à disposição três programas passíveis de serem aplicados junto às escolas, são eles: Elos 2.0, #Tamojunto 2.0 e Famílias Fortes.

Na missão de combate às drogas, a Polícia Federal atua tanto em atividades preventivas quanto repressivas. A repressão se faz por meio de operações policiais com prisões, apreensões e a descapitalização do crime organizado. Já a prevenção se dá por meio de atividades educativas, via de regra, com parcerias estabelecidas com instituições de ensino.

Para concretização da atividade preventiva, a Polícia Federal buscou fundamentos nas mais modernas descobertas da ciência da prevenção, tendo por parâmetros principais a adoção de métodos interativos, sistêmicos e multifatoriais.

 

 

———— CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE  ————
————————————————————————————

 

 

Os programas atualmente disponíveis na Polícia Federal de Rondonópolis para escolas têm foco na atividade preventiva. A PF também marca a Semana Nacional de Políticas sobre Drogas com a inauguração do seu perfil no Instagram (@gpred.roo.mt)

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui