O corpo de um homem foi encontrado por populares já sem vida em uma estrada de terra, a cerca de 300 metros do Anel Viário, em Rondonópolis, com vários sinais de perfuração a bala na região da cabeça e costas.

Ele estava de bruços, com os pés amarrados e seria o suspeito de ter esfaqueado a ex-esposa na noite deste domingo (12), no Residencial Paiaguás II.

As primeiras informações da perícia davam conta de que ele provavelmente teria sido executado no local onde o corpo foi encontrado e de que teria sido atingido por pelo menos sete tiros nas regiões da cabeça e das costas, reforçando os claros indícios de uma execução.

A Perícia Técnica do Estado (Politec) agora fará a perícia no corpo e nas diversas cápsulas de bala encontradas próximas ao mesmo para tentar esclarecer as circunstâncias em que o crime aconteceu e identificar seus possíveis autores.

O homem encontrado morto é apontado como sendo o autor de uma tentativa de feminicídio ocorrido na noite do domingo, no Residencial Paiaguás II, quando adentrou uma casa onde sua ex-esposa se escondia dele e, armado com uma faca, teria desferido diversos golpes contra sua ex-companheira, inclusive uma na região do abdômen.

Antes de fugir do local, ele ainda tentou esfaquear outras duas pessoas, a amiga da sua ex que era a proprietária da residência onde ela se escondia, e um amigo, que só escaparam da fúria do homem por terem se escondido na casa de vizinhos.

Além da tentativa de feminicídio contra sua ex-companheira, o homem encontrado morto já possuía passagens pela polícia pelo crime de tráfico de drogas e associação para o tráfico.

O caso será investigado pela Polícia Judiciária Civil, mas não havia, a princípio, nenhum indício ou informação que ligasse a morte à tentativa de feminicídio.

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui