Na Avenida dos Estudantes, a enfermeira Anne Caroline Cavalcante de Oliveira, 37 anos, perdeu a vida (Foto – Josmailton Oliveira – SBT Rondonópolis)

O fim de semana em Rondonópolis foi marcado por mortes e violência. Duas pessoas morreram em acidentes de trânsito na Avenida dos Estudantes e na Rodovia do Peixe, e um policial militar de Mato Grosso do Sul foi morto com um tiro no Parque Universitário.

Na Avenida dos Estudantes, na madrugada de domingo (19), a enfermeira Anne Caroline Cavalcante de Oliveira, 37 anos, perdeu a vida depois que o veículo em que estava acompanhada de um jovem de 25 anos, capotou na rotatória do Parque São Jorge.

O condutor seguia pela Avenida dos Estudantes no sentido bairro/centro quando rampou o quebra-molas, acabou atingindo a rotatória e capotando diversas vezes na sequência.

A enfermeira foi arremessada para fora do veículo e morreu ainda no local do acidente. O condutor foi socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e encaminhando ao hospital com ferimentos.

Anne Caroline atuava como enfermeira no Centro de Apoio e Diagnóstico Albert Sabin (Ceadas). Ontem (20), a Secretaria Municipal de Saúde manteve o Ceadas fechado em luto pela morte da servidora.

Já, na Rodovia do Peixe, na noite de domingo, um motociclista morreu após sair da pista na altura do KM 06 da estrada. Valdeir Rocha, de 28 anos, foi encontrado já sem vida no local do acidente. Aparentemente, o motociclista teria perdido o controle e saído da pista. As causas do acidente ainda estão sendo investigadas.

 

 

————  CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE  ————————————————————————————————

 

HOMICÍDIO

No Parque Universitário, o policial militar de Mato Grosso do Sul, sargento Francisco Targino da Cruz, 50 anos, lotado em Sonora (MS), foi morto com um tiro por um jovem de 18 anos, identificado como Rafael Alves Rodrigues.

Arma e identificação do policial militar de Mato Grosso do Sul que foi morto com um tiro no Parque Universitário (Foto – PM-MT)

Segundo informações da Polícia Militar, Rafael foi preso em flagrante depois de atirar contra a vítima sob a alegação de proteger sua mãe que levou um tiro no pé do policial.

Conforme relato da ocorrência, Daniela Aparecida Alves Borges, mãe de Rafael, havia retornado de uma casa noturna com o policial, que começou uma briga por ciúmes. O policial teria então sacado a arma e atirado no pé de Daniela.

Com a confusão, Rafael teria saído de dentro de casa e entrado em luta corporal com Francisco ao ver sua mãe ferida. Na luta, o jovem teria pegado a arma do militar e efetuado um disparo contra ele, que atingiu o tórax.

A Polícia Militar fazia patrulhamento pela região quando ouviu os disparos e, no local do crime, encontrou Francisco e Daniela caídos feridos e Rafael com a arma na mão.

O jovem foi preso em flagrante e Francisco chegou a ser socorrido e encaminhado ao Hospital Regional, mas acabou morrendo. Daniela também foi socorrida e levada ao hospital.

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui