Desta vez, o motorista da caminhonete perdeu o controle da caminhonete após “rampar” uma das faixas elevadas instaladas na Avenida Bandeirantes (Foto – Divulgação)

Mais um acidente aconteceu na tarde dessa quarta-feira (18) envolvendo uma das faixas elevadas instaladas recentemente nas vias públicas da cidade. Desta vez, o motorista de uma caminhonete Fiat Strada perdeu o controle do veículo ao passar sobre a faixa elevada na Avenida Bandeirantes, instalada ao lado do Atacadista Assaí, subiu no canteiro central e acabou colidindo violentamente com uma palmeira. Apesar da gravidade do acidente, o motorista sofreu apenas ferimentos leves, mas seu veículo ficou parcialmente destruído.

O motorista da caminhonete, identificado como sendo Adriano de Castro, contou que não era da cidade e que estaria indo para Primavera do Leste, mas, ao chegar na subida que existe próximo ao atacadista, não avistou a faixa elevada a tempo de frear o veículo que conduzia, acabou literalmente rampando a estrutura e, em seguida, perdeu o controle da direção, subindo no canteiro central e só parando quando sua caminhonete colidiu com uma grande palmeira imperial.

Ele disse não ter ciência de que ali haveria a tal faixa elevada e reclamou da deficiência na sinalização da via. Apesar da gravidade da colisão, o motorista teve apenas um pequeno corte no rosto e escoriações nos braços, mas não precisou ser hospitalizado. Por outro lado, a sua caminhonete Strada ficou bastante destruída.

 

 

————  CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE  ————————————————————————————————

 

 

A tal faixa elevada foi construída no início do ano, tanto de um lado quanto do outro da pista duplicada, e desde essa época já foi alvo do descontentamento dos motoristas e motociclistas que transitam por ali, que reclamavam da elevação da estrutura, que parecia mais uma “rampa de lançamento” do que uma obra de trânsito. Por conta da enxurrada de reclamações, a faixa elevada foi interditada e a elevação atenuada, mas que continua oferecendo risco para os condutores de veículos distraídos ou que não saibam da sua existência.

Esse não é o primeiro acidente grave provocado pelas faixas elevadas instaladas nas vias públicas da cidade. Na manhã do último dia 30 de abril, a jovem Thaynara Spalatti Klein, de apenas 18 anos, perdeu a vida após passar com sua motoneta Biz sobre uma faixa elevada recém-instalada na Rua Otávio Pitaluga, no bairro Vila Aurora, perdendo o controle do veículo e caindo violentamente algumas dezenas de metros após.

Pensadas como uma solução para melhorar o trânsito, as tais faixas elevadas, até o momento, têm causado mais problemas do que propriamente ajudado.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui