23.6 C
Rondonópolis
 
 

EDITORIAL: Gestão do trânsito e lendas urbanas

Leia Mais

- PUBLICIDADE -spot_img
(Foto – Arquivo)

Não é de hoje que as cobranças para melhorias no trânsito de Rondonópolis são feitas. Com os problemas se acumulando ao longo dos anos e altos índices de acidentes, o nosso trânsito é uma das áreas que mais demanda investimentos públicos.

Promessas foram feitas, mas na prática nada mudou. Algumas dessas promessas já estão até se tornando verdadeiras “lendas urbanas”, como é o caso da modernização do sistema semafórico.

Como mostrou na edição de sexta-feira (1º) o A TRIBUNA, a Prefeitura segue sem uma data para realizar o processo de licitação que vai permitir contratar a empresa para implantar o novo sistema semafórico.

Os tais “semáforos inteligentes” vêm sendo prometidos há, pelo menos, três anos, pela gestão municipal. Em 2022, uma licitação chegou a ser feita, uma empresa foi contratada por R$ 16 milhões, mas o certame acabou cancelado depois que a própria gestão José Carlos do Pátio, por meio da Secretaria de Transparência e Controle Interno, apontou irregularidades no processo.

Pois bem, se havia irregularidade, certamente que o cancelamento da licitação foi acertado, contudo, quase dois anos depois, a Prefeitura ainda não deu início a um novo processo, ou seja, a equipe técnica não conseguiu eliminar as ditas falhas. Se continuar assim, o prefeito Zé Carlos do Pátio vai encerrar sua segunda gestão consecutiva sem fazer a modernização do sistema semafórico.

Aliás, pelo que parece, Pátio vai encerrar a gestão com resultados vergonhosos no trânsito. Isso porque, não é só o novo sistema semafórico que está virando uma lenda urbana, soma-se a ele a promessa da instalação da nova fiscalização eletrônica que também parece ter ficado esquecida em algum lugar do passado, a implantação do novo pátio de apreensões de veículos, necessário para que blitzes sejam promovidas no trânsito, também esquecida, bem como as ciclofaixas e ciclorrotas, projeto que após contratado e iniciado foi paralisado para que entidades comerciais da cidade entregassem um estudo de viabilidade em 15 dias e, mais de seis meses depois, também foi esquecido.

Enquanto isso, o trânsito continua tal como antes, com índices altos de acidentes, com falta de fluidez e congestionamentos em determinados locais em horários de pico.

Sem falar no transporte coletivo, que atualmente, vive um verdadeiro caos. Neste caso, o que já não funcionava a contento, ficou ainda pior com as mudanças promovidas pela Prefeitura, resumindo: uma bagunça generalizada no trânsito urbano.

Infelizmente, Rondonópolis caminha para mais um ano sem medidas efetivas para o trânsito. Vontade administrativa e política do executivo não vêm sendo demonstrada e, se seguir sem pressão e cobranças mais incisivas do legislativo municipal e da sociedade em geral para mudanças, é provável que 2024 acabe e nada seja feito mais uma vez.

 

- PUBLICIDADE -spot_img
« Artigo anterior
Próximo artigo »

2 COMENTÁRIOS

  1. O prefeito além de não ser gestor, ainda fica rodeado de secretários incompetentes que fazem somente o que ele manda, sem o direito a orientá-lo ou questioná-lo. Infelizmente, Rondonópolis merecia uma gestão com visão empreendedora, que parasse de ficar enganando as pessoas (eleitores) que se contentam com migalhas. O que vimos foram oito anos de mandato (atraso) sem deixar uma obra ou ação que marcasse a gestão. Essa celeuma no trânsito, se não fossem alguns poucos servidores (efetivos) que apontam as irregularidades, teriam realizado a licitação fraudulenta, gerando mais um prejuízo ao erário. Por isso, o prefeito encheu de servidores comissionados incompetentes, para fazerem somente o que ele manda, sem reclamar ou questionar. Ele pensa que sabe tudo, não ouve ninguém, está aí o reflexo de sua arrogância. Espero que surjam nomes para o próximo pleito mais comprometidos(as) com o crescimento do município, e que a população saiba escolher melhor seus administradores e vereadores.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -
- PUBLICIDADE -

Mais notícias...

Eleições 2024: PT quer ser o “Pelé” de Pátio na corrida sucessória

No decorrer da semana, numa entrevista concedida ao programa “Bom dia Cidade”, da 104 FM, o prefeito de Rondonópolis,...
- Publicidade -
- Publicidade -spot_img

Mais artigos da mesma editoria

- Publicidade -spot_img