17.9 C
Rondonópolis
, 16 julho 2024
 
 

Corrida ao paço: Wellington “rompe” o silêncio e declara apoio a Cláudio Ferreira

Leia Mais

- PUBLICIDADE -spot_img
Wellington Fagundes: “quero deixar claro, de forma bem cristalina, o meu apoio à pré-candidatura de Cláudio Ferreira” (Foto – Arquivo)

Principal liderança do PL em Mato Grosso, o senador Wellington Fagundes, que se licenciou esta semana do cargo para tratamento de saúde, rompeu o silêncio e sinalizou, publicamente, apoio à pré-candidatura do deputado estadual Cláudio Ferreira a prefeito de Rondonópolis.

A declaração, que coloca fim nos rumores de que Fagundes não entraria na campanha do Paisagista, ocorreu durante entrevista concedida pelo parlamentar ao jornalista Agnelo Corbelino, na quinta-feira, em seu programa “Passando a Limpo”, que é transmitido pela TV Cidade Verde de Cuiabá.

Por meio de vídeo gravado para o programa, o senador foi taxativo. “Quero deixar claro, de forma bem cristalina, o meu apoio e o apoio do PL Nacional, Estadual e Municipal para a pré-candidatura única do nosso companheiro deputado Cláudio a prefeito de Rondonópolis”.

Ressaltou que Ferreira é “extremamente preparado” e “conhece bem a realidade de Rondonópolis, principalmente dos mais humildes”. “Tenho certeza que será um excelente prefeito e vai contar com o apoio do maior partido do Brasil (PL), do presidente Bolsonaro, da Michele Bolsonaro, além de todos companheiros da bancada do PL”, completou.

A declaração do senador ocorre dias após a deputada Janaína Riva (MDB), que é nora dele, convidá-lo para vir apoiar a pré-candidatura a prefeito do deputado Thiago Silva, pelo MDB.

O convite foi feito durante encontro suprapartidário de apoio à pré-candidatura do emedebista, realizado na sede da Uramb, no último dia 6.

 

 

———— CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE  ————
————————————————————————————

 

 

Os rumores do distanciamento entre Wellington e Cláudio começaram logo após a filiação do parlamentar ao PL na condição de pré-candidato a prefeito, ocorrida no início de outubro do ano passado, com a presença do presidente nacional da legenda, Waldemar da Costa Neto.

A partir daí, a sigla viveu um clima de “racha interno” entre os filiados mais antigos ligados ao senador Wellington Fagundes e aqueles que seguem o deputado Cláudio Ferreira, que acabou assumindo, no início deste ano, a direção do PL municipal, no lugar do contador Jean Lino. Ligado ao senador, Lino deixou em seguida o partido e foi apoiar Thiago.

Wellington e Cláudio, desde então, vinham se mantendo distantes um do outro. O próprio senador, em entrevista recente a um veículo da capital, citou candidaturas prioritárias pela sigla no Estado, como Cuiabá, Várzea Grande e Sinop, mas não mencionou Rondonópolis.

 

- PUBLICIDADE -spot_img

1 COMENTÁRIO

  1. Antonio Portugues em Rondonopolis tem seguido os cadidatos a perfeitura da cidade e comenta Rondonopolis faz referencia no Brasil e no mundo poluicao luminosa de responsabilidade politica de espectro ressonante negativo de uma economia verde e circular dos cadidatos.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -
- PUBLICIDADE -

Mais notícias...

Inflação: Junho registra desaceleração para todas as faixas de renda, diz Ipea

Levantamento do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), divulgado ontem (15), mostra que a inflação de junho ficou abaixo...
- Publicidade -
- Publicidade -spot_img

Mais artigos da mesma editoria

- Publicidade -spot_img