23.6 C
Rondonópolis
 
 

Sem o PSD: Progressistas discutem formação de chapas em reunião com Pátio

Leia Mais

- PUBLICIDADE -spot_img
Pátio chamou reunião com pré-candidatos a vereador dos partidos das forças progressistas para discutir a eleição deste ano (Foto – Assessoria)

Representantes dos partidos que compõem as chamadas “forças progressistas” de Rondonópolis se reuniram na noite desta quinta-feira (29) para tentar avançar na construção da unidade visando a eleição deste ano.

Dos 11 partidos que compõe o grupo (PSB, PT, PV, PCdoB, PSoL, Rede Sustentabilidade, PMB, Avante, Solidariedade, PSD e PP), apenas o PSD e o PP não estavam presentes no encontro chamado pelo prefeito Zé Carlos do Pátio, que aconteceu em uma chácara e contou com vários pré-candidatos a vereador.

O PSD, que em Rondonópolis é presidido pelo vice-prefeito Aylon Arruda, justificou a ausência pelo fato de ainda não ter fechado as suas estratégias para a disputa por uma das 21 cadeiras da Câmara Municipal.

Inclusive, o A TRIBUNA apurou que dirigentes da sigla se reuniriam nesta sexta-feira (1) com o deputado Nininho, maior liderança do PSD na região sudeste, para discutir os rumos deste grupo político na eleição.

Também ausente do encontro, o vereador Ozeas Reis, que atualmente preside o PP em Rondonópolis, justificou a sua ausência dizendo que estava em outra agenda do seu mandato parlamentar.

Como antecipou o A TRIBUNA, Reis foi chamado para uma reunião em Cuiabá na próxima segunda-feira (4) para traçar os rumos da sigla no município.

Pelo que se comenta nos bastidores, o PP local deverá caminhar com a pré-candidatura pela disputa da Prefeitura da empresária Marchiane Fritzen, pelo UB, que foi sacramentada nesta semana, com o aval do governador Mauro Mendes, presidente do partido no Estado.

Fontes disseram ao A TRIBUNA que o prefeito Zé Carlos do Pátio informou, durante a reunião, que trabalha para fechar, até dia o 18 de março, a composição das chapas do seu grupo para a disputa de cadeiras na Câmara.

Disseram ainda, como também já antecipou o A TRIBUNA, que o prefeito pretende lançar vários nomes que compõem o primeiro escalão do seu governo para disputar vagas na Câmara.

 

 

———— CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE  ————
————————————————————————————

 

 

Atualmente, o grupo dos “progressistas”, que andou se distanciando ultimante por conta de divergências sobre os critérios para a definição do nome, conta com três pré-candidatos a prefeito: o presidente do Sanear, Paulo José (PSB), o vice-prefeito Aylon Arruda e o empresário do agro e assessor do Ministério da Agricultura e Pecuária, Carlos Ernesto Augustin, o Teti (PT).

O PT, que forma a Federação Brasil da Esperança com PV e PCdoB, conforme apurou a reportagem, informou ao grupo que já está com sua chapa de candidatos a vereador e que o seu pré-candidato a prefeito deve se desincompatibilizar do cargo de Assessor Especial do Ministério da Agricultura, no prazo estabelecido pela Justiça Eleitoral, para ficar apto à disputa.

 

- PUBLICIDADE -spot_img

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -
- PUBLICIDADE -

Mais notícias...

Eleições 2024: PT quer ser o “Pelé” de Pátio na corrida sucessória

No decorrer da semana, numa entrevista concedida ao programa “Bom dia Cidade”, da 104 FM, o prefeito de Rondonópolis,...
- Publicidade -
- Publicidade -spot_img

Mais artigos da mesma editoria

- Publicidade -spot_img