25.8 C
Rondonópolis
, 19 maio 2024
 
 

Fez história: Roo já teve mulher disputando a prefeitura na eleição de 92

Leia Mais

- PUBLICIDADE -spot_img
Marlene Silva de Oliveira Santos, numa entrevista concedida ao A TRIBUNA em 2006: primeira mulher a disputar a prefeitura nestes 70 anos de emancipação do município (Foto – Arquivo)

Ao contrário do que foi noticiado ontem pelo A TRIBUNA, na reportagem “Mauro dá o sinal verde e Marchiane vai para a disputa do Paço”, caso concretize essa candidatura, ela não seria a primeira mulher a entrar numa eleição para prefeita de Rondonópolis, como foi mencionado pela própria empresária.

Essa primazia cabe à ex-vereadora e ex-presidente da Câmara Municipal, Marlene Silva de Oliveira Santos que, em 1992, pelo PT, tentou, sem sucesso, se eleger prefeita do município.

A ex-vereadora, que se tornou a primeira mulher eleita a presidir a Câmara Municipal no biênio 89/90 da nona legislatura, concorreu à prefeitura tendo como vice Márcio Couto.

Marlene Silva, naquela eleição de 92, obteve 4.137 votos, conforme números levantados pelo servidor público Joel Vieira Barbosa, o “Joel Colecionador”. A votação recebida nas urnas deu à chapa encabeçada pela ex-vereadora a terceira colocação.

O pleito foi vencido pelo ex-prefeito Carlos Bezerra (MDB), que teve ao seu lado na chapa o ex-governador Rogério Salles. A coligação encabeçada por Bezerra obteve 25.324 votos, vencendo com uma diferença de 2.295 votos a chapa formada por Moisés Feltrin e Toninho do Guarujá, que conquistou nas urnas 23.029 votos.

A eleição de 1992 ainda teve como candidato Antonio Cintra, que formou chapa com o professor Jorge. Os dois tiveram nas urnas 735 votos.

 

 

———— CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE  ————
————————————————————————————

 

 

Se a disputa pela prefeitura teve, até agora, apenas uma mulher em sua história, outras já concorreram como vice. Como é o caso da própria Marchiane Fritzen que, na eleição de 2020, formou chapa com o empresário Luiz Fernando Homem de Carvalho, o Luizão. A chapa terminou na segunda colocação, com 20.653 votos.

Outras mulheres que também concorreram como vice-prefeita de Rondonópolis foram a vereadora Marildes Ferreira (PSB) e Marília Salles. Marildes foi vice do ex-governador Rogério Salles na eleição de 2016. A chapa ficou em terceiro lugar no pleito, com 29.920 votos.

Já Marília Salles, primeira mulher a conduzir o município, concorreu como vice na chapa vitoriosa encabeçada pelo atual prefeito Zé Carlos do Pátio, na eleição de 2018.

Na condição de vice, ela assumiu por 15 dias, em substituição ao prefeito Zé do Pátio, que se licenciou do cargo em agosto de 2011.

 

- PUBLICIDADE -spot_img

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -
- PUBLICIDADE -

Mais notícias...

Carlos Bezerra é internado em UTI após cair e bater a cabeça; quadro é estável

O ex-deputado federal e presidente estadual do MDB, Carlos Bezerra, deu entrada no Hospital São Matheus, na Capital, na...
- Publicidade -
- Publicidade -spot_img

Mais artigos da mesma editoria

- Publicidade -spot_img