17.5 C
Rondonópolis
, 14 julho 2024
 
 

Comércio exterior: Roo começa 2024 com aumento de 35,8% nas exportações

Leia Mais

- PUBLICIDADE -spot_img
A torta e outros resíduos da extração do óleo de soja foram os produtos mais exportados em janeiro (Foto – Arquivo)

Rondonópolis começou 2024 com aumento de 35,8% nas exportações em comparação com 2023. Conforme os dados do Ministério da Indústria e Comércio Exterior, o Município exportou um total de U$ 234,34 milhões em janeiro deste ano. Com esse montante, a cidade é a que mais exportou em Mato Grosso no mês e a 17ª no Brasil.

Os números das exportações mostram ainda que o total exportado em janeiro de 2024 por Rondonópolis representou 13,6% das exportações mato-grossenses e 0,9% da brasileira no período.

A cidade também registrou aumento nas importações em janeiro deste ano em relação ao mesmo mês de 2023. Neste primeiro mês do ano, as importações somaram U$ 84,19 milhões, 3,7% a mais que no ano passado.

Esse volume coloca a cidade como maior importadora de Mato Grosso e 50ª do Brasil. As importações em janeiro representaram 33,8% do total importado pelo Estado e 0,4% das importações brasileiras.

Com as exportações somando U$ 234,34 milhões e as importações U$ 84,19 milhões, Rondonópolis registrou um superávit de U$ 150,15 milhões.

Neste primeiro mês de 2024, os dados do comércio exterior de Rondonópolis apontam que a maior parte das exportações foi destinada para a Tailândia. O país da Ásia recebeu 33% do total exportado pela cidade no período. A China vem logo na sequência, com 14,5% das exportações de Rondonópolis.

Já as importações vieram principalmente da Rússia, representando 23,8% do total neste primeiro mês do ano. Do Canadá vieram 14,1% do total importado em janeiro.

A torta e outros resíduos da extração do óleo de soja foram os produtos mais exportados em janeiro, tendo representado 64% das exportações de Rondonópolis no período.

Ainda com participações importantes nas exportações está o algodão, representando 15%; o milho (11%); e, a carne bovina (4,6%).
Entre os produtos mais importados estão os fertilizantes azotados (34%), os fertilizantes potássicos (31%) e os fertilizantes fosfatados (14%).

 

- PUBLICIDADE -spot_img

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -
- PUBLICIDADE -

Mais notícias...

Pista de skate danificada: Empresa foi notificada há 7 meses e até agora nada foi feito

Mais de sete meses depois da prefeitura notificar a empresa responsável, para que promovesse os reparos necessários na pista...
- Publicidade -
- Publicidade -spot_img

Mais artigos da mesma editoria

- Publicidade -spot_img