21.5 C
Rondonópolis
 
 

Censo 2022: Rondonópolis tem quase 700 estabelecimentos religiosos

Assim como em Rondonópolis, Brasil conta com um número maior de estabelecimentos religiosos do que a soma daqueles de educação e saúde

Leia Mais

- PUBLICIDADE -spot_img
Censo 2022 apontou a quantidade de igrejas e templos religiosos existentes em cada município (Foto – Arquivo)

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou, nesta sexta-feira (2), as coordenadas geográficas das espécies de endereços do Censo 2022. É a primeira vez que o Instituto capta esse dado para todos os domicílios do país.

Os dados apontaram que Rondonópolis conta com um número maior de estabelecimentos religiosos, como igrejas e templos, do que de educação e saúde somados. Além disso, o levantamento indicou que a cidade tem 1.825 estabelecimentos agropecuários.

Conforme os dados coletados pelo instituto durante o Censo 2022, Rondonópolis tem um total de 105.400 domicílios. A cidade tem 225 estabelecimentos de educação e 275 de saúde, que incluem hospitais e unidades básicas de saúde.

O que chama a atenção, contudo, é a quantidade de estabelecimentos religiosos. São 669 igrejas e templos contabilizados pelos recenseadores na cidade. A quantidade de estabelecimentos religiosos supera os de educação e saúde juntos. Eles são 169 a mais.

Essa tendência segue a verificada no Brasil, que, assim como ocorre em Rondonópolis, conta com um número maior de estabelecimentos religiosos do que a soma daqueles de educação e saúde. No Brasil, o Censo 2022 indicou a existência de 264,4 mil estabelecimentos de ensino, 247,5 mil de saúde, enquanto os religiosos são 579,8 mil.

Os dados divulgados pelo IBGE mostram ainda que Rondonópolis tem 1.825 estabelecimentos agropecuários e 14.406 estabelecimentos que incluem comércio, cultura e prédios públicos, além daqueles que se enquadram em outras finalidades.

O levantamento trouxe ainda a quantidade de prédios em construção em Rondonópolis. Na cidade, foram identificados 3.697 edificações em construção em 2022.

 

 

———— CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE  ————
————————————————————————————

 

 

DADOS

O IBGE explicou que os resultados dos dados das coordenadas geográficas vão integrar o Cadastro Nacional de Endereços para Fins Estatísticos (CNEFE), que é a base de endereços usada pelo IBGE não só no Censo Demográfico, mas também em outras pesquisas domiciliares, como a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) Contínua, a Pesquisa de Orçamentos Familiares (POF) e a Pesquisa Nacional de Demografia e Saúde (PNDS).

No Censo 2022, conforme o instituto, foram registrados 111,1 milhões de coordenadas geográficas para as espécies de endereços identificadas na operação censitária. Desse total, 109,9 milhões foram validados após a coleta, o que representa 98,9% daquelas vindas do cadastro do Censo originalmente.

O gerente do Cadastro de Endereços do IBGE, Eduardo Baptista, explicou que cada coordenada geográfica se refere a uma espécie de endereço. “Cada endereço tem uma coordenada. Se em um mesmo local há duas espécies de endereços, como um domicílio particular e um estabelecimento agropecuário, então esse mesmo endereço terá dois pares de coordenadas, com dois registros diferentes no arquivo do produto”.

Do total de endereços coletados no Censo, 81,5% (ou 90,6 milhões) eram domicílios particulares e 104,5 mil (ou 0,1%) eram domicílios coletivos.

É possível também observar os tipos de estabelecimentos do país: a maioria deles se enquadrava em outras finalidades, com 11,7 milhões (ou 10,5% do total). Nesse grupo estão as lojas, por exemplo. Por sua vez, as edificações em construção eram 3,5 milhões.

 

- PUBLICIDADE -spot_img

1 COMENTÁRIO

  1. Segundo o censo realizado, Rondonópolis conta com 105.400 residências. Multiplicando o número de residências pelo número médio de habitantes por residência, que é de 2,8 habitantes por residência, Rondonópolis teria hoje 295.120 habitantes.
    50 mil habitantes a mais do que o número realizado no ultimo censo. Se, o censo tem como finalidade definir investimentos, como infraestrutura, porque “mascaram ” a realidade?Temos uma infraestrutura muito aquém do que a cidade merece, por pura politicagem, com a intenção de melhorar indices e somos prejudicados por isso.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -
- PUBLICIDADE -

Mais notícias...

Transporte coletivo: Usuários sofrem há um mês com serviço caótico

Usuários do transporte coletivo de Rondonópolis completam um mês de sofrimento com o serviço caótico que vem sendo prestado...
- Publicidade -
- Publicidade -spot_img

Mais artigos da mesma editoria

- Publicidade -spot_img