24.8 C
Rondonópolis
 
 

Teti no A TRIBUNA: “Falei pro Lula que vamos buscar o apoio do Zé”

Leia Mais

- PUBLICIDADE -spot_img
Carlos Ernesto Augustin, o Teti, ontem no A TRIBUNA: “não vamos queimar a largada, até porque pela condição de servidor público estou impedido de fazer no momento”

Pré-candidato a prefeito de Rondonópolis pelo PT, o empresário do agro, Carlos Ernesto Augustin, o Teti, revelou ontem (27), em visita ao A TRIBUNA, que conversou, no dia anterior, com o presidente Luís Inácio Lula da Silva sobre a corrida sucessória em Rondonópolis.

Um dos primeiros empresários do agronegócio com representatividade no setor produtivo a fechar apoio ao presidente Lula, que buscava costurar a sua volta ao Palácio do Planalto, no ano passado, Teti se filiou recentemente ao PT.

A sua filiação contou com o aval da presidente nacional da legenda, a deputada federal Gleisi Hoffmann, do próprio presidente Lula, além dos dirigentes estaduais e municipais do partido.

“Falei para o presidente sobre a pré-candidatura e que vamos buscar o apoio do prefeito Zé Carlos do Pátio (PSB), que é um grande aliado e nós não queremos antagonizar as forças sociais progressistas da cidade”, afirmou Teti, que estava acompanhado na reunião do ministro da Agricultura e Pecuária Carlos Fávaro (PSDB).

Assessor especial do Ministério da Agricultura, Teti afirmou, contudo, que a sua possível candidatura ao Paço Municipal no ano que vem passará por uma decisão do partido e que está à disposição, pois, entende que o seu livre trânsito no Planalto e no segmento empresarial do agronegócio podem contribuir para impulsionar o desenvolvimento de Rondonópolis, onde mora há 40 anos.

Registro do encontro de Teti e Fávaro com o presidente Lula: “ele [Lula] perguntou pelo Zé do Pátio e eu disse que vamos buscar o seu apoio” (Foto – Assessoria)
“Temos todas as condições para contribuir, pois conto com acesso direto ao presidente Lula, aos ministros e aos políticos em Brasília. Além disso, tenho um bom relacionamento no setor do agronegócio e também contato com empresários, que podem trazer empresas para Rondonópolis e ajudar a desenvolver a cidade”, pontou Teti, acrescentando que a receita é estimular a agroindustrialização, visando a geração de emprego e renda.

Ele falou que não pretende ‘queimar a largada’ [antecipar a pré-campanha], que trabalhará sua candidatura, caso o partido decida por isso, no momento que a legislação permitir. “Não vamos queimar a largada, até porque pela condição de servidor público estou impedido de fazer no momento”, reafirmou.

Teti comentou que tem permanecido praticamente toda a semana em Brasília, onde cumpre agenda no Ministério da Agricultura e vem trabalhando para abrir mercados para os produtores brasileiros e buscado parcerias com diversos países como China, Japão, Alemanha, dentre outros.

 

 

———— CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE  ————
————————————————————————————

 

 

“Nos finais de semana venho para Rondonópolis, onde, inevitavelmente, sou procurado pela imprensa não só para falar de política como também das minhas atividades em Brasília”, disse o petista.

MUDANÇA DE CENÁRIO

Sobre o fato do eleitorado de Rondonópolis, na eleição presidencial do ano passado, ter votado em peso no ex-presidente Bolsonaro (PL), Teti acredita que o seu trânsito no segmento empresarial e “as entregas” que o presidente Lula fará, vão contribuir para mudanças no cenário eleitoral.

“Não vejo problema. Pela minha atuação no setor empresarial, tenho muitos amigos dizendo que, caso seja candidato, votarão pela primeira vez no PT. Tem também uma mudança de cenário. A retomada das políticas sociais pelo governo Lula, a volta do crescimento do PIB com o aumento da geração de empregos e renda também deverão ter impactos na eleição do próximo ano”, argumentou o empresário, que condena o radicalismo de ambos os lados. “Uma besteira, uma grande bobagem”, afirmou.

 

- PUBLICIDADE -spot_img

1 COMENTÁRIO

  1. ei cumpanheiro, tu se enganou, LULA 9 DEDOS NÃO FALA, ELE “”BABA””E COMO “BABA”.. SEMPRE NO ETÍLICO….AQUELE VINHO IMPORTADO DE 45 MIL A GARRAFA..SABIA..QUEM PAGA…NÓIS E VC TBM….MAS GOSTA TMB DUMA CACHAÇA BRABA, DE ENGENHO….É VARIÁVEL SEU PALADAR ETÍLICO…CONFORME A OCASIÃO…MEU FINADO AVÔ MANDAVA-ME BUSCAR CACHAÇA NUMA TULHA DA FAZENDA, BEBIA O LITRO, ACABAVA,EU TINHA Q BUSCAR ÁLCOOL PURO, ISTO EM 1945 (PLENA 2ª GUERRA).ACABAVA A CACHAÇA, AÍ JÁ GRITAVA COMO UM BARÍTONO, VAI BUSCAR O ÚLTIMO LIBRO DE QUEROLINA OU CREOLINA, JÁ ESQUECÍ, E FIRME…APÓS UMA HORA TINHA QUE CORRER SENÃO COMIA O CHICOLETE.MORREU FELIZ COM 81 ANOS…SÓ DEUS ENTENDEU…PQ A FAMÍLIA ATÉ HOJE FALA NO ASSUNTO, MAS NÃO SABE COMO ERA O VÉIO…ISTO FOI REAL, NA FAZENDA SÃO LUÍZ EM RIBEIRÃO PRETO/SP. MAS TENHO SAUDADES DELE…

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -
- PUBLICIDADE -

Mais notícias...

Dengue: Integração de tecnologias brasileiras promete acelerar o combate à dengue

Segundo dados divulgados pelo Ministério da Saúde na última quinta-feira (22), o Brasil ultrapassa os 740 mil casos de...
- Publicidade -
- Publicidade -spot_img

Mais artigos da mesma editoria

- Publicidade -spot_img