15.7 C
Rondonópolis
, 18 junho 2024
 
 

Risco de acidentes: Sispmur ameaça com greve de servidores no Paço Municipal

Leia Mais

- PUBLICIDADE -spot_img
Geane Lina Teles, presidente do Sispmur: “naquele local existe risco de acidentes, risco à vida. Do jeito que está não vai continuar” (Foto – Divulgação)

A direção do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Rondonópolis (Sispmur) não descarta paralisar atividades por parte dos servidores do Paço Municipal se a administração não tomar medidas para garantir a segurança enquanto é realizada uma obra de reforma do telhado do prédio.

“É algo que não queremos, pois isso prejudica muita gente que precisa dos serviços da prefeitura. Mas, se o senhor prefeito e sua turma não tomarem as devidas providências, o Paço vai parar por tempo indeterminado. Naquele local existe risco de acidentes, risco à vida. Do jeito que está não vai continuar”, informou ontem (17), a presidente do Sispmur, Geane Lina Teles.

Segundo ela, o sindicato já recebeu várias denúncias da falta de condições de trabalho em meio à reforma em andamento. Além disso, teve acesso a um ofício no qual a construtora relata que “a obra produz barulho extremo, oferece risco de acidentes, com pequenas fagulhas jogadas por lixadeiras e também pelo aparelho de solda”.

Informou também que o Sispmur já protocolou um ofício cobrando respostas sobre a reforma no telhado do prédio do Paço Municipal. O ofício 192/2023, segundo a entidade, também foi encaminhado para a Câmara Municipal.

 

 

———— CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE  ————
————————————————————————————

 

 

Lembra ainda que no início de setembro, o Sispmur denunciou e cobrou da gestão do prefeito Zé Carlos do Pátio (PSB) medidas urgentes para garantir segurança no espaço de trabalho para servidores da prefeitura.

Entre os problemas identificados no prédio, na Vila Aurora, além da reforma inacabada, estava um aparelho de ar-condicionado sustentado por um pedaço de madeira e uma escora de metal, que teve um princípio de incêndio, mas que foi contido por servidores com extintores.

A líder sindicalista adiantou que, se a gestão municipal permanecer inerte diante desta situação que coloca em risco a integridade física dos servidores e de quem frequenta o prédio, serão tomadas outras medidas.

“Inclusive com uma possível paralisação das atividades por parte dos servidores, a fim de resguardar a integridade física deles e da população em geral”. (Com informações da assessoria)

 

- PUBLICIDADE -spot_img

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -
- PUBLICIDADE -

Mais notícias...

Avenida dos Estudantes: Setrat se compromete a fazer estudo para atender empresários

A Secretaria Municipal de Transporte e Trânsito (Setrat) se comprometeu a apresentar um estudo, no início de julho, com...
- Publicidade -
- Publicidade -spot_img

Mais artigos da mesma editoria

- Publicidade -spot_img