24.8 C
Rondonópolis
 
 

Situação preocupante: Sem concurso público, Município pode colapsar previdência própria

Leia Mais

- PUBLICIDADE -spot_img
Instituto Municipal de Previdência de Rondonópolis (Impro) enfatiza que ausência de concurso público tem consequências graves (Foto – Arquivo)

Toda a celeuma causada pela não emissão do Certificado de Regularidade Previdenciária (CRP) do Instituto Municipal de Previdência de Rondonópolis (Impro) pelo Ministério da Previdência Social e que já está causando o bloqueio de recursos federais ao Município, trouxe novamente a tona o questionamento sobre a falta de concurso público na Prefeitura de Rondonópolis.

Se por um lado, a Prefeitura exalta o fato de pagar suas obrigações patronais em dia ao Impro e que os valores são cada vez maiores, o Impro reforça que os valores pagos pelo Município somente estão cada ano mais elevados porque a Prefeitura não realiza concurso público.

De acordo com a diretoria do Impro, a falta de concurso público em conjunto com excesso de aposentadorias e pensões geram como consequência aumento ano após ano dos valores das alíquotas previdenciárias para o Município. “Repasses que poderiam reduzir drasticamente com a realização de concurso público amplo para todas as áreas”, alegou o instituto.

Atualmente, a Prefeitura conta com menos de 2 mil servidores efetivos aprovados via concurso público na ativa e que recolhem ao Impro. Por outro lado, o Município já conta com cerca de mil servidores aposentados e pensionistas, cujos pagamentos partem dos cofres do Impro.

Ao mesmo tempo em que o número de servidores efetivos é cada vez menor, a quantidade de trabalhadores comissionados e de contratados e terceirizados é cada dia maior.

No último levantamento divulgado pelo Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Rondonópolis (Sispmur), no final do ano passado, somados, os servidores comissionados, contratados e terceirizados chegavam a um montante que ultrapassa 6 mil.

O instituto calcula que, caso não sejam realizados novos concursos públicos municipais, em 2025 o número de servidores aposentados no Município deve ser praticamente o mesmo da quantidade de servidores na ativa. Isso poderia levar o instituto municipal de previdência a um colapso.

A Prefeitura vem prometendo desde o início do ano passado que vai fazer um amplo concurso na área da educação para cerca de 800 vagas, mas até o momento, não informou quando isso deve ocorrer, mesmo tendo aprovado uma lei alterando os cargos na educação sob a alegação de realizar o certame público.

 

- PUBLICIDADE -spot_img

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -
- PUBLICIDADE -

Mais notícias...

Dengue: Integração de tecnologias brasileiras promete acelerar o combate à dengue

Segundo dados divulgados pelo Ministério da Saúde na última quinta-feira (22), o Brasil ultrapassa os 740 mil casos de...
- Publicidade -
- Publicidade -spot_img

Mais artigos da mesma editoria

- Publicidade -spot_img