As ações da Petrobras viveram uma montanha-russa na Bolsa de Valores de São Paulo a reboque da crise política na companhia, imposta pelos reajustes no preço dos combustíveis e pelos ataques do governo federal, maior acionista da estatal.

Após passarem o dia em queda que chegou aos 5%, as ações da petrolífera fecharam o pregão em alta e ajudaram o índice Ibovespa a fechar positivo (mas bem perto da estabilidade) depois de vários pregões nervosos. O Ibovespa fechou em 0,03%, a 99.853 pontos.


PESSIMISTA

Para o ministro da Economia, Paulo Guedes, a economia mundial tende a piorar e crescer menos nos próximos anos. A declaração foi feita durante evento em comemoração aos 70 anos do Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social.

“Do ponto de vista da economia mundial, veremos dias bem piores à frente. Os países vão rever crescimento para baixo”, disse o ministro, citando os Estados Unidos e países da Europa.

Entretanto, para o ministro, a economia externa não deve ser uma preocupação para a população brasileira. Segundo Guedes, o Brasil está “dessincronizado” com a economia mundial e só depende dele mesmo para crescer.


INQUÉRITO

O ministro Luís Roberto Barroso, do STF, autorizou a prorrogação, por mais 60 dias, do inquérito que investiga os senadores Chico Rodrigues e Telmário Mota por suposto esquema de fraudes e desvio de verbas federais destinadas ao combate da pandemia em Roraima.

A prorrogação foi um pedido da Polícia Federal para diligências faltantes, inclusive a renovação do interrogatório do senador Chico Rodrigues. A investigação foi aberta em setembro de 2020 para investigar uma possível fraude na compra de kits de testes rápidos para Covid-19 e irregularidades no processo de aquisição de centrais de ar condicionado para a maternidade de Rorainópolis.


QUARTA DOSE

O Ministério da Saúde anunciou a ampliação da dose de reforço contra a Covid-19 para pessoas a partir dos 40 anos de idade. A vacinação desse público já havia sido iniciada em algumas unidades da Federação, por iniciativa dos respectivos chefes dos Executivos locais.

Agora, com a recomendação federal, todos os estados poderão aplicar a quarta dose da vacina em adultos de 40 anos ou mais. A medida vale para quem iniciou o esquema vacinal com Coronavac, Pfizer ou AstraZeneca.

A orientação do Ministério da Saúde é que a quarta dose seja aplicada com vacinas da Pfizer, AstraZeneca ou Janssen.


EDUCAÇÃO

O Ministério da Educação anunciou durante cerimônia no Palácio do Planalto, uma parceria com a empresa Google para facilitar o acesso a ferramentas gratuitas para apoio acadêmico, por profissionais da educação e estudantes.

Segundo o governo federal, o acordo vai “contribuir para a melhoria significativa da qualidade do ensino e favorecer a aprendizagem dos alunos matriculados nas escolas”.

O acordo com a Google foi firmado por meio da plataforma MECPlace, do governo federal, onde serão consolidadas iniciativas voltadas para o apoio das redes educacionais. A plataforma será disponibilizada de forma gratuita às escolas do país.


FISCALIZAÇÃO

O presidente Bolsonaro afirmou que seu governo tem trabalhado em favor dos indígenas, realizando a fiscalização de terras, e que sua gestão “reduziu” os homicídios entre a população indígena. O chefe do Executivo federal não apresentou dados dessa suposta redução de mortes.

A declaração de Bolsonaro ocorre em um momento em que o governo se vê pressionado pela repercussão das mortes do jornalista inglês Dom Phillips e do indigenista Bruno Pereira, que colocaram em evidência a escalada da violência na região amazônica.

No início do mês, os dois foram assassinados durante expedição à região da terra indígena Vale do Javari.


CRÉDITO OU DÉBITO?

No pagamento pelo crédito, o preço do litro da gasolina comum ultrapassou a marca de R$ 8 em alguns postos do Distrito Federal. Os preços nas bombas começaram a ser reajustados no sábado, após a Petrobras ter anunciado novo reajuste nacional na sexta.

A coluna apurou que, aqui no DF, o litro da gasolina poderia ficar até R$ 0,20 mais caro, voltando ao patamar de R$ 8. No caso do diesel, o aumento é de até R$ 0,70. De acordo com a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), o preço médio da gasolina comum no DF, na semana entre 5 e 11 de junho, era de R$ 7,729.


CAUTELA

Em mensagem enviada a lideranças e outros parlamentares da base, o líder do governo na Câmara, Ricardo Barros, pediu cautela antes de algum deputado aliado assinar o pedido de criação da CPI da Petrobras. Ele cita um pedido específico de Luís Miranda, que coleta assinatura para instalar essa CPI.

“Caro líder, a criação da CPI dos preços dos combustíveis será decidida em nossa reunião de líderes hoje à tarde. O deputado Luís Miranda está pedindo apoio para uma CPI da Petrobras. Peço que orientem seus liderados a aguardar a nossa reunião para depois dar apoio se for o caso. Por favor” – diz a recomendação do líder Ricardo Barros.


POR FALAR NISSO…

Os oito integrantes da bancada do Distrito Federal na Câmara dos Deputados estão divididos sobre a criação ou não de uma CPI para investigar a Petrobras. A maioria disse apoiar a criação das investigações sobre o aumento do preço dos combustíveis, enquanto a oposição vê manobra eleitoreira do Palácio do Planalto.

Os deputados Bia Kicis (PL), Luis Miranda (Republicanos) e Celina Leão (PP) já se anteciparam e dizem ser favoráveis às investigações defendidas pelo presidente Bolsonaro. A deputada Paula Belmonte (Cidadania) também declarou apoiar a abertura dos trabalhos como forma de estancar os consecutivos reajustes da gasolina, do diesel e do etanol.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui