20.5 C
Rondonópolis
, 19 maio 2024
 
 

Neste domingo: Lideranças locais do PL vão apoiar ato pró-Bolsonaro na Paulista

Leia Mais

- PUBLICIDADE -spot_img
Ex-presidente Bolsonaro está chamando seus apoiadores para um ato na Avenida Paulista neste domingo (Foto – Reporodução)

O ato convocado pelo ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) para este domingo (25), às 15h, na Avenida Paulista, no centro financeiro de São Paulo, contará com presenças de lideranças locais do PL.

Além do ex-prefeito Ananias Filho, que preside a sigla no Estado, estão confirmados no ato o deputado federal José Medeiros e o deputado estadual Cláudio Ferreira, pré-candidato a prefeito de Rondonópolis.

A convocação da manifestação aconteceu após Bolsonaro e aliados próximos se tornarem alvos da operação “Tempus Veritatis”, da Polícia Federal, autorizada pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, há cerca de 15 dias.

A operação está inserida na investigação de um suposto planejamento para um golpe de Estado, após a vitória do presidente Luís Inácio Lula da Silva (PT), na eleição de 2022, em que disputou com Bolsonaro.

O pastor evangélico Silas Malafaia é o idealizador do ato e vai alugar um trio elétrico que será posicionado na Avenida Paulista neste domingo, onde o ex-presidente fará um discurso para os seus apoiadores.

“Nós vamos comparecer para reforçar este grande ato em defesa do estado democrático de direito e do ex-presidente Jair Bolsonaro”, atestou Ananias, acrescentando que, além deles, outros parlamentares do PL no Estado estarão na manifestação.

Maior liderança da sigla no Estado e com domicílio eleitoral em Rondonópolis, o senador Wellington Fagundes não estará presente na Avenida Paulista, pois está fora do Brasil, nos Estados Unidos, segundo informou Ananias.

 

 

———— CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE  ————
————————————————————————————

 

 

O presidente do PL ressalta que o ato deste domingo não será “contra ninguém” mas simplesmente a favor do “estado democrático de direito” e pacífico. “Os apoiadores do presidente atenderão o seu pedido e não levarão faixas contra ninguém”, afirmou.

No vídeo em que faz a convocação para o ato, Bolsonaro, de fato, pediu aos apoiadores que não levem faixas e cartazes “contra ninguém. Nesse evento, eu quero me defender de todas as acusações que têm sido imputadas à minha pessoa nos últimos meses”.

 

- PUBLICIDADE -spot_img

4 COMENTÁRIOS

  1. Felipe, leva o seu Presidente Descondenado pra rua!!! Leva lá o ladrão pra ver quem vai!
    A falta de argumentos de vocês contra o Presidente Bolsonaro é uma piada pronta! Vocês o acusam de “fraudar o cartão de vacina”, “Importunar baleia”, “fazer reunião com embaixadores”, “ficar com relógio que foi dado de presente”… …é uma piada isso!
    Esse seu presidente cachaceiro distribui mais de 20 BILHÕES pra comprar o congresso, foi condenado em 3 instâncias por mais de 30 juízes confirmaram as condenações e até aumentaram a pena!
    Um sujeito que admitiu ter mais de 11 containers de “presentes” que levou da Presidência?
    Um energúmeno que faz campanha prometendo picanha e cerveja? Até a Mariele foi morta por um petista!!!!!
    Mas você está perdoado! Você tem imunidade cognitiva! Como bom petista que é, está perdoado por simplesmente ser incapaz de sentir o cheiro da merda que defende!

  2. “Nesse evento, eu quero me defender de todas as acusações que têm sido imputadas à minha pessoa nos últimos meses”. mas tem uma reunião de duas horas gravada onde o próprio diz que esta sendo articulado um golpe de estado, uma reunião gravada que tem a participação de general como o Heleno, se é que podemos chamar aqui de general, né? Não honra a própria farda quem dirá o país. O vídeo foi divulgado pelo STF na íntegra e está disponível para qualquer um assistir, e agora ele vai dizer que nunca falou aquilo? Ou que tinha tomado alguns remédios e estava sem noção? Ou é permitido dar golpe de estado e não estamos sabendo? Principalmente quando é acompanhado de miliciano, que sabemos bem como é a relação de Bolsonaro e a milicia do RJ, não atoa foi 30 anos deputado federal pelo RJ e nunca apresentou proposta de segurança pública CONTRA MILICIANO muito pelo contrário dava honrarias, um verdadeiro vexame.

  3. Uma manifestação contra o trabalho da PF? Nossa, o que esperar dos patriotas? Um retorno para frente dos quartéis pedindo intervenção militar? Nem os trapalhões eram tão engraçados como essa turma.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -
- PUBLICIDADE -

Mais notícias...

Baixa do Guaíba revela destruição e prejuízo em Porto Alegre

Este sábado (18) começou sem chuva e com sol em Porto Alegre. A água das ruas já baixou em...
- Publicidade -
- Publicidade -spot_img

Mais artigos da mesma editoria

- Publicidade -spot_img