24/05/2022 – Nº 666 – Ano 16

Há muitos temas que embora já fossem conhecidos e muitas vezes ‘reclamados’ nas pesquisas de clima organizacional, alguns deles se tornaram relevantes a ponto de impactar decisivamente nos resultados e agora fazem parte da agenda de qualquer líder que queira o mínimo de destaque para seu time ou empresa.

A segurança psicológica é um desses temas. Na essência está relacionado a liberdade de expressão e de contribuição ao ambiente em que os profissionais atuam.

Quanto maior o nível da segurança psicológica maior e mais intensos são as suas contribuições para a melhoria da performance tanto individuais quanto coletivas. Ou seja, é uma das bases para equipes atingiram desempenhos acima da média com regularidade estabelecendo aprendizagem contínua.

Vale ressaltar que as pessoas apenas se sentem confortáveis para socializarem suas opiniões, compartilharem experiências e ideias quanto estão seguros e tranquilos de que não serão recriminados ou retaliados, tanto diante de outros colaboradores da empresa como diretamente aos líderes.

O líder tem papel preponderante na segurança psicológica de sua equipe, dando as diretrizes e emitindo os sinais dos níveis de aceitabilidade e estímulo, mas devemos ter clareza de que os demais membros da equipe impactam reciprocamente uns com os outros, principalmente através do respeito e confiança entre si. Por isso, é um todo que precisa ser desenvolvido.

Em síntese, tem relação estreita com o equilíbrio entre as opiniões individuais, o estímulo a diversidade de opiniões e ideias e o devido respeito às divergências, buscando obviamente atender os objetivos e metas estabelecidos nas organizações.

Outro tema fundamental para manter equipes, diminuir o turnover e estabelecer ganhos de produtividade nas empresas é o pertencimento. Deve ser igualmente caro aos líderes, dando-lhe a devida atenção, principalmente no sentido do entendimento e da consequente capilarização na organização.
Não é um assunto apenas para a equipe de cima da pirâmide organizacional.

Pertencer a algo grande ou pequeno, não importa, é cada vez mais relevante para qualquer membro da equipe, independente da função hierárquica. É isso que faz, em essência, elevar o nível de dedicação dos colaboradores ao trabalho, preocupando-se com os resultados em curso.

A título de exemplo, tenho observado reclamações constantes sobre o nível cada vez mais baixo do espírito de sacrifício dos profissionais. Uma parte importante da explicação pode vir exatamente desse conceito que antes era relegado a um segundo plano, mas que agora se tornou vital. Apenas nos dedicamos de corpo e alma naquilo que entendemos pertencer.

Vale lembrar que isso não é de agora, vem de muito longe. O ser humano tem o pertencimento como uma necessidade básica, desenvolvida desde a época em que vivíamos nas cavernas e a luta era por manutenção e sobrevivência. Trouxemos isso de lá, adaptando-a na atualidade para dentro das organizações.

Quando há o sentimento real de pertencimento a um determinado grupo ele vem acompanhado da elevação do nível de confiança e liberdade em relação ao aceite na expressão dos respectivos pontos de vista, dando-nos segurança para contribuir com nossos talentos.

Por isso, a liderança e o seu modus operandi são fundamentais para ajudar o time todo a se sentir parte da organização, dos projetos e dos desafios que são ou serão enfrentados, como seres humanos integrais e não somente como profissionais, emprestando segurança psicológica para que suas contribuições sejam levadas seriamente em consideração.

Há diversas pesquisas demonstrando que equipes atuantes em ambientes de elevada segurança psicológica cujos membros tenham senso de pertencimento consolidados possuem performances muito superiores às demais equipes.

Até a próxima.

Eleri Hamer escreve esta coluna às terças-feiras. É empreendedor, Diretor da GoJob Brasil, business advisor, mentor, Talent Hunter, articulista e palestrante – [email protected] – www.linkedin.com/in/elerihamer – Originalmente publicado no Jornal A Tribuna – www.atribunamt.com.br

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui