Apresentação da pecuarista e presidente do Sindicato Rural de Cáceres, Ida Beatriz Machado, nos Países Baixos (Foto – Divulgação)

Representantes de países da União Europeia (UE) tiveram a oportunidade de aprender mais sobre utilização de recursos naturais no Pantanal Mato-grossense.

O assunto foi debatido durante apresentação da pecuarista e presidente do Sindicato Rural de Cáceres, Ida Beatriz Machado, neste mês de junho, nos Países Baixos.

“Tive a oportunidade de falar sobre sustentabilidade no Pantanal. Uma oportunidade ímpar de levar um pouco da nossa realidade brasileira a um país integrante da UE. O interesse é sempre grande sobre como usamos nossos recursos naturais, por exemplo, a nossa gestão da água”, destacou a presidente.

Segundo Ida, é importante que gestores estejam atentos a mudanças climáticas e analisar os impactos delas na produção rural.

“A sustentabilidade, tratamento de resíduos, gestão de água e meio ambiente sinalizam, como em outras épocas, que muitas mudanças estão acontecendo. Precisamos nos preparar”, destaca.

Entre os programas apresentados estava o Fazenda Pantaneira Sustentável (FPS) coordenado pela Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso (Famato), Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar-MT), Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat) e Embrapa Pantanal. Tem a parceria do Instituto Mato-Grossense de Economia Agropecuária (Imea) e Sindicatos Rurais.

O projeto FPS visa auxiliar produtores rurais do bioma Pantanal de Mato Grosso a se desenvolverem economicamente na região e de forma sustentável.

Ele consiste em fazer diagnósticos ambientais, sociais e econômicos em cada uma das 15 propriedades rurais assistidas, localizadas em cinco municípios do estado: Poconé, Cáceres, Rondonópolis, Itiquira e Barão de Melgaço.

 

 

————  CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE  ————————————————————————————————

 

 

Viagem internacional – Os debates na UE fizeram parte da programação da Missão Técnica do Sebrae 2022, que encerrou dia 12 de junho após passar pela Alemanha, Holanda e Bélgica.

O intuito foi reunir gestores públicos em discussões acadêmicas e workshops práticos, contribuindo para a formação de líderes, para a tomada de decisão e para a inovação.

A comitiva também marcou presença na Leading Trade Fair for Environmental Technologies (IFAT) 2022. A feira tecnológica foi realizada em Munich de 30 de maio a 3 de junho e abordou tratamento de resíduos, água e meio ambiente.

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui