(Foto – Reprodução/CAM)

A discussão acerca da liberação e regulamentação dos jogos de azar no Brasil e das apostas esportivas segue firme no Congresso Nacional. Uma das propostas, o Marco Regulatório de Jogos, do Projeto de Lei 442.1991, prevê a liberação de plataformas físicas, como os cassinos integrados em resorts de luxo, e também online, com sites que oferecem roleta online, bingo, entre outras modalidades. Práticas como jogo do bicho  bingo também seriam autorizadas pelo poder público.

Além disso, o governo federal, em uma ação incentivada pelo Ministério da Economia, prevê um decreto presidencial para as próximas semanas para regulamentar as apostas esportivas, a partir do decreto expedido pelo ex-presidente Michel Temer, no fim de 2018, e que tem data de validade até o fim deste ano. Na proposta, que deve ser assinada pelo presidente Jair Bolsonaro (PL), a prática seria enfim regulamentada para uma melhor organização do setor, incluindo o pagamento de tributos das empresas que atuam no Brasil ao Tesouro Nacional.

As duas propostas chegam em um momento no qual a atenção às apostas esportivas seguem em alta. Na última semana, por exemplo, a CBF (Confederação Brasileira de Futebol) anunciou mais um patrocinador para compor o seu time de apoiadores. Trata-se da Galera.bet, uma empresa focada nas apostas esportivas e que chega para disputar o mercado brasileiro com outras companhias.

“A galera.bet é uma marca criada exclusivamente para o mercado brasileiro. Não à toa, levamos as cores do Brasil. Por isso, estamos muito felizes de, agora, fazermos parte do Campeonato Brasileiro. O Brasileirão Assaí fala muito sobre o brasileiro, sua paixão, seus rituais e, também, sobre a nossa empresa”, disse Asher Yonaci, CEO da galera.bet, antes de completar. “Não poupamos esforços para fechar essa parceria e estamos muito entusiasmados com todo o trabalho que virá pela frente”.

Segundo Lorenzo Perales, que atualmente ocupa o cargo de diretor Comercial e de Marketing da CBF, o acordo também servirá para atender um dos maiores anseios do torcedor brasileiro: a chance de se sentir ainda mais parte das emoções do Brasileirão.

“A interatividade intensa com aquilo que acontece no Brasileirão Assaí é uma característica já detectada e comprovada pelas redes sociais oficiais da competição, dos clubes e de todos os envolvidos. A galera.bet chega para ser mais um parceiro exclusivo para alimentar a paixão e o engajamento digital do Campeonato Brasileiro. Os torcedores brasileiros terão mais essa oportunidade de interagir e se sentir parte da competição”, afirmou Lorenzo Perales.

A chegada da empresa para compor o núcleo de patrocinadores da CBF acontecem em período de expansão do mercado também no relacionamento com os clubes. Atualmente, 19 dos 20 clubes da Série A são patrocinados por alguma empresa desse ramo. Isso inclui Flamengo, São Paulo, Internacional, entre outros gigantes. Neste momento, apenas o Palmeiras não tem vínculo com nenhuma empresa do setor.

Dos clubes que têm patrocínio desse tipo de empresa, em cinco clubes elas são o patrocinador máster: ou seja, exerce o papel de principal patrocínio. São eles: América-MG, Corinthians, Atlético-MG, Botafogo, Fluminense, e São Paulo.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui