O presidente Bolsonaro trocou o secretário-executivo do Ministério da Saúde, 2º posto mais importante da pasta. Saiu Rodrigo da Cruz e entrou Daniel Meirelles Fernandes Pereira, que atuava como assessor. As mudanças foram publicadas na edição desta quarta do Diário Oficial da União.

Segundo o decreto, Cruz pediu para ser exonerado do cargo. Ele disse que tirará um período de férias e ficará sem cargo enquanto avalia “os próximos desafios”. Cruz assumiu o cargo de secretário-executivo da Saúde em maio de 2021. Naquele mês, o ministério estava no centro de críticas por causa da CPI da Covid e de casos de suspeitas de irregularidades no órgão.


 

DEMITIDO

Bolsonaro demitiu o ministro das Minas e Energia, o almirante Bento Albuquerque. O novo ministro é o economista Adolfo Sachsida, 49 anos, chefe da Assessoria Especial de Assuntos Estratégicos do Ministério da Economia e indicação de Paulo Guedes. A movimentação foi publicada na edição desta quarta do Diário Oficial da União.

Para efeitos externos, Bento Albuquerque saiu do cargo “a pedido”, como é praxe nesses casos. Na realidade, o agora ex-ministro se inviabilizou no cargo porque discordava de Bolsonaro a respeito de pressionar a Petrobras a segurar as altas de preços dos combustíveis.


 

PERFIL

A nova ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Cristiane Britto, atuou como advogada para os partidos Rede Sustentabilidade, Republicanos, PRTB e Avante. Ela focou sua carreira em direito eleitoral. Atualmente, afirma no seu perfil de LinkedIn estar licenciada da profissão. Cristiane Britto fundou em 2003 um escritório de advocacia –a FC Britto Advogados– com seu marido, o também advogado e ex-juiz do Tribunal Regional Eleitoral do Distrito Federal Flávio Britto. Ele atuou na Corte de 2017 a 2019.


 

SEM GÁS

A Ucrânia bloqueou parcialmente o fornecimento de gás russo para Europa, ameaçando diversos países de desabastecimento enérgico. A GTSOU, empresa estatal ucraniana, interrompeu o transporte de gás nesta quarta. Segundo a companhia, as estruturas do oleoduto foram danificadas por tropas russas. O oleoduto corresponde a 1/3 ou 32,6 milhões de metros cúbicos das exportações de gás da Rússia, através da Ucrânia, e fornece 3% do consumo total da Europa.


 

REGRAS

O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, determinou mudanças no edital de convocação das eleições indiretas para governador e vice do Estado de Alagoas. A decisão manda a imediata reabertura do prazo para inscrição no pleito. O magistrado decidiu que o registro e a votação dos candidatos deverá ser feito em chapa única. Inicialmente, as regras estabelecidas pela Assembleia Legislativa davam a possibilidade de escolhas individuais para cada cargo.

Gilmar também determinou que os candidatos devem ser filiados a partidos, mas não precisam ter passado por escolha em convença partidária. O ministro é o relator da ação, proposta pelo PP. O partido havia pedido que fosse declarada a inconstitucionalidade do edital de convocação da eleição.


 

INFLAÇÃO

A inflação de abril foi de 1,06%, a maior alta para o mês desde 1996. O IBGE divulgou o índice de preços nesta quarta. As projeções obtidas indicavam que o Índice Nacional de Preços ao Consumidor teria alta de 0,92% a 1,20% em abril. A taxa registrada no mês é 0,56 ponto percentual abaixo de março, quando a inflação foi de 1,62%. A inflação de abril foi puxada pelos preços dos alimentos, que subiram 2,06%, e dos transportes, com alta de 1,91%. Os combustíveis subiram 3,20%, com destaques para gasolina (+2,48%), etanol (+8,44%) e óleo diesel (+4,74%).

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui