Com a filiação de Pátio e seu grupo, o PSB, que hoje tem apenas a vereadora Marildes Ferreira (foto), poderá ter até quatro vereadores (Foto – Arquivo)

Tida como praticamente sacramentada, a ida do prefeito José Carlos do Pátio (SD) e seu grupo político para o PSB deve dar uma reforçada na bancada da sigla na Câmara de Rondonópolis, que hoje conta apenas com a vereadora Marildes Ferreira. O que se comenta é que pelo menos três dos atuais seis vereadores do Solidariedade devem acompanhar o prefeito para seu novo partido, formando uma bancada de quatro vereadores, mas os demais devem ficar no SD ou migrar para outros partidos, se afastando de Pátio.

Dos atuais vereadores do SD, é certa a filiação do presidente da Câmara, Roni Magnani, que deve disputar uma vaga de deputado estadual pela legenda socialista como candidato de Pátio, assim como Reginaldo Santos, atual líder do prefeito no Legislativo, que, apesar de alguns entreveros pontuais com o prefeito, se mantém fiel ao grupo e deve apoiar Magnani em seu projeto de se tornar deputado.

Outro que deve ir junto é o médico Manoel da Silva Neto, o Doutor Manoel, que é suplente na sigla, mas está na vereança na vaga deixada por Adilson do Naboreiro, que deixou o mandato para assumir a Secretaria de Agricultura. Ele também deve apoiar o presidente da Câmara, inclusive com um afinco extra, pois, caso Roni Magnani se eleja, poderia assumir o mandato em definitivo.

 

 

————  CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE  ————————————————————————————————

 

 

Já os demais vereadores do SD não devem acompanhar Pátio no PSB, por conta de amarrações políticas anteriores. No caso dos vereadores Batista da Coder e Denilson Sodré, o Dico, eles tendem a ficar no partido em que estão ou migrar para o PSD do deputado estadual Ondanir Bortolini, o Nininho, a quem são ligados e a quem devem apoiar para deputado.

Situação parecida com a de Jonas Rodrigues, que também deve se afastar do grupo de Pátio, já que, segundo se comenta nos bastidores, tem ligações com o deputado Sebastião Rezende (PSC) e também se divide entre apoiá-lo ou a Nininho.

Apesar da urgência do assunto, já que Pátio deve anunciar nos próximos dias a sua mudança de partido, o que se sabe é que os vereadores de seu atual partido ainda aguardam para conversar com ele a respeito da situação.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui