(*) Aires José

Nem canto nem choro
Nem pranto nem sorriso
Apenas quero viver
Num paraíso

Sou uma criança pequena
Tenho a pele morena
Sou humilde e honesta
Sou algo que ainda presta
No olhar calmo e sereno
Daquele resto de veneno
Que ficou a beira da estrada

Sou uma criança na calçada
Sou uma criança sem lar
Sou um futuro incerto
Mas luto para acertar
Um verdadeiro lar

Sou o prato quebrado
Sou a criança pedindo ajuda
Sou o resto de esperança
Em busca do paraíso
Que é um lar de verdade.

(*) Aires José Pereira é escritor com 17 livros publicados, coautor do Hino de Rondonópolis, prof. da UFR e Doutor em Geografia na UFU. Atualmente é coordenador do curso de Geografia, do PIBID de Geografia, do Estágio Supervisionado e professor Adjunto IV.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui