Projeto prevê a ampliação tanto da capacidade do terminal como de pátio e pista (Foto – Arquivo)

Com a concessão do Aeroporto Maestro Marinho Franco há pouco mais de dois anos, a Centro-Oeste Airport (COA) anunciou que deve iniciar ainda neste semestre obras de ampliação do terminal de passageiros do recinto.
O projeto, conforme detalhou a COA, prevê a ampliação tanto da capacidade do terminal como de pátio e pista, além da modernização de todas as instalações, incluindo revestimentos, sistemas e a substituição de todos os equipamentos de passageiros e bagagens, promovendo mais conforto aos clientes do empreendimento.

Outra melhoria que a concessionária afirma estar prevista no projeto é a reforma completa da Seção Contra Incêndio, bem como a implementação de um novo Sistema de Tratamento de Esgoto, de uma nova Subestação de Energia, novo sistema de ar-condicionado e automação de alguns sistemas, como o informativo de voo, que vai trazer de forma mais clara as informações dos voos aos passageiros.

 

 

————  CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE  ————
————————————————————————————

 

 

De acordo com a COA, desde que iniciou a administração do Aeroporto de Rondonópolis realizou benfeitorias diversas, como: instalação da sinalização vertical; instalação da esteira de bagagem; instalação das cortinas de vento; manutenção nos equipamentos de voo; aquisição de nova Estação meteorológica; instalação de zona protegida demarcada; limpeza de toda a drenagem (procedimento não era realizada há cinco anos); aprovação do PSA (Plano se Segurança Aeroportuária), PDIR (Plano Diretor Aeroportuário), PBZPA (plano básico de zona de proteção de aeródromo) e finalizando a aprovação da CERTOP (Certificação Operacional de Aeroportos).

RECLAMAÇÕES
O Aeroporto Marinho Franco vinha sendo alvo de reclamações de usuários nos últimos meses em função de cancelamento de pousos e decolagens por falta de energia elétrica na pista. Na ocasião, a COA informou que o problema de falta de energia na pista teria sido ocasionado por queda na rede da concessionária de energia elétrica e que o aeroporto contava com gerador elétrico, porém, para maior segurança houve a opção pelo cancelamento de pousos e decolagens. A situação ocorreu em mais de uma ocasião.

3 COMENTÁRIOS

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui