Os grandes buracos se acumulam principalmente no início da Rodovia do Peixe (Foto – Denilson Paredes )

Enormes buracos continuam surgindo a partir de erosões e ameaçando a trafegabilidade da Rodovia MT-471, a Rodovia do Peixe. Os grandes buracos se acumulam principalmente no início da dita rodovia, tomando boa parte da pista, o que tem causado temor em quem precisa transitar diariamente por ali, principalmente sitiantes e comerciantes.

Voltada principalmente para incentivar o turismo local, com vários restaurantes e clubes ao longo de seus 24 quilômetros, a Rodovia do Peixe também é uma importante via para o escoamento da produção das comunidades rurais que vivem no seu entorno, que abastecem mercados e feiras livres da cidade.

Os tais buracos nesse trecho são decorrentes da água da chuva, que se acumula desde o Distrito Industrial e desce em grande volume e com muita força, levando pedaços do pavimento que encontra pelo caminho.

A solução óbvia e que já vem sendo cobrada há tempos pela comunidade que vive no entorno da rodovia estadual é a construção de um robusto sistema de drenagem dessas águas da chuva, que podem levar o restante da pista e interditar o tráfego por ali.

Como a Prefeitura há pouco tempo assentou famílias em uma área próximo da Rodovia do Peixe, isso causou um aumento do tráfego de veículos por ali, o que gerou uma nova preocupação, que é o possível aumento de acidentes de trânsito no trecho, surgindo ainda a cobrança de uma duplicação da pista no trecho inicial da rodovia.

 

 

————  CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE  ————————————————————————————————

 

 

OUTRO LADO
Procurada para se manifestar a respeito da demanda, a Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra) informou que já há um projeto para a recuperação do pavimento da Rodovia do Peixe, mas não soube informar quando essa obra terá início.

A Sinfra informou ainda que há um projeto em andamento para asfaltar as estradas de terra da Gleba Rio Vermelho até a comunidade do Miau, onde fica a famosa Cidade de Pedra, que deve ter início em breve.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui