(*) Aires Pereira

A poesia é alegria
A poesia é esperança
A poesia é fantasia
Daquela linda criança.

A poesia pede passagem
Aquela criança sorri
A poesia é uma viagem
Que ninguém pode resistir.

A criança brinca sorrindo
Declamando uma linda poesia
A criança parece caindo
Na mais pura fantasia.

A criança tem segredos de amor
Tem uma poesia pedindo carona
É um sorriso aberto em flor
Tem uma alegria de uma sanfona
Sendo tocada pelo sanfoneiro
Nos bailes de nossas vidas.

A criança inspira versos
A criança é pura poesia
Ela é o universo
Da mais bela fantasia.

(*) Aires José Pereira é escritor com 17 livros publicados, coautor do Hino de Rondonópolis, prof. da UFR, Doutor em Geografia na UFU, graduado e Especialista em Geografia pela UFMT, Mestre em Planejamento Urbano pela FAU-UnB e membro efetivo da Academia de Letras de Araguaína e Norte Tocantinense. Atualmente é coordenador do curso de Geografia, do PIBID de Geografia, do Estágio Supervisionado e professor Adjunto IV.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui