FECHADAS I
O avanço da Covid-19 já vem impactando vários segmentos no Estado. Desde ontem (11), todas as unidades do Ministério Público do Estado de Mato Grosso na capital e interior estão fechadas como medida de prevenção ao contágio da Covid-19 e Influenza H3N2. A suspensão do trabalho presencial será mantida até o dia 20 de janeiro. Nesse período, as atividades de membros e servidores serão desempenhadas por meio de trabalho remoto obrigatório, das 8h às 18h. A determinação consta no Ato Administrativo nº 1.075/2022, expedido pelo procurador-geral de Justiça, José Antônio Borges Pereira.

FECHADAS II
A medida adotada, conforme o procurador-geral de Justiça, deve-se ao aumento exponencial de casos de Covid-19 e de Influenza no país, no estado e na própria instituição. Nos dois últimos dias úteis (sexta e segunda-feira), 22 casos confirmados de Covid-19 dentro da instituição foram informados à coordenação do Núcleo do Vida Plena. Existem, ainda, vários relatos de casos suspeitos que não foram notificados ao setor responsável.

SUSTO I
Bombeiros foram chamados nesta segunda-feira (10) para atender a uma ocorrência no mínimo inusitada. Eles tiveram que retirar uma jiboia do telhado de uma residência localizada no bairro Lúcia Maggi, que causou um grande susto nos moradores da casa.

 

SUSTO II
De acordo com informações do Corpo de Bombeiros, uma guarnição foi chamada para retirar a jiboia que estava no telhado da residência. Os bombeiros usaram um gancho desenvolvido para esse tipo de situação e o animal foi capturado sem maiores dificuldades e sem sofrer nenhum ferimento. Como o animal estava saudável e sem ferimentos, foi levado para uma área erma e devolvido ao seu habitat natural.

 

PESADA I
Se não bastasse a inflação para corroer a renda do trabalhador, ainda tem a pesada carga tributária para terminar de aniquilá-la. Para se ter uma ideia, em apenas 11 dias de 2022, o estado de Mato Grosso deve alcançar o montante de R$ 1.553 bilhão pagos em tributos pela população aos cofres públicos.

PESADA II
O valor atual é 11,5% maior do que o registado no mesmo período do ano passado, quando somou R$ 1,393 bilhão. O total refere-se a impostos, taxas e contribuições cobrados pelos municípios, estado e União, e pode ser visto, em tempo real, no telão da Fecomércio-MT, localizado na avenida Historiador Rubens de Mendonça (CPA).

PESADA III
O setor de comércio e serviços, por exemplo, foi responsável por mais da metade (58%) de todo o ICMS recolhido entre janeiro a outubro de 2021, segundo Boletim da Receita Pública, divulgado pela Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz-MT). Nesses meses, somente em ICMS foi arrecadado 38,1% a mais do que o recolhido no mesmo período do ano anterior, contabilizando R$ 15.490 bilhões.

 

TAMBÉM SUSPENSO I
A Justiça Eleitoral de Mato Grosso também decidiu pela suspensão do atendimento presencial em todos os cartórios eleitorais do estado a partir desta quarta-feira (12/01). A medida tem validade até o dia 31 de janeiro e busca auxiliar na prevenção da Covid-19 e suas variações.

 

TAMBÉM SUSPENSO II
“Reforço que todos os serviços ao eleitor estão disponíveis em nosso site, especialmente pela plataforma Títulonet. Não queríamos de forma alguma essa situação, porém temos compromisso com a preservação da saúde dos eleitores e de todos os nossos servidores. O TRE-MT irá manter um contingente mínimo de 50% de sua força de trabalho atuando internamente, em sua maioria para preparação das eleições e resposta aos pedidos de atendimento virtual”, destacou o presidente do TRE-MT, desembargador Carlos Alberto Alves da Rocha.

 

TAMBÉM SUSPENSO III
Cabe destacar que, para o ingresso nas dependências do Tribunal e cartórios, os servidores estão obrigados a apresentar o certificado de vacinação. São aceitos o documento emitido pelo aplicativo Conecte-SUS, do Ministério da Saúde, ou o comprovante de vacinação completa entregue no ato da vacinação. As demais medidas de prevenção seguem obrigatórias, como o uso de máscara de proteção e distanciamento social.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui