Em Rondonópolis, os lançamentos imobiliários de construtoras não param de acontecer com expressivos índices de vendas (Foto – Divulgação)

A compra de imóveis, além de um sonho para muitos brasileiros, é também um investimento rentável. Nos últimos anos o setor teve uma grande alta e a Associação de Dirigentes de Empresas do Mercado Imobiliário (Ademi) estima que o país tenha encerrado 2021 com um Valor Geral de Vendas (VGV) de R$ 99 bilhões. Ou seja, o cálculo aproximado é 12% maior do que em 2020.

A preocupação em 2022 é que as altas nos juros possam frear o crescimento do mercado. Segundo o vice-presidente comercial da Lyx Engenharia, Paulo Kucher, é hora de aproveitar as condições e investir. Para ele, quem puder aproveitar as oportunidades atuais, terá vantagem no financiamento.

 

 

———— CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE  ————
————————————————————————————

 

 

“O primeiro trimestre de 2022 é oportuno para quem deseja fazer esse investimento, utilizar as linhas de crédito disponíveis e os subsídios fornecidos pelos programas do Governo”, afirma Kucher. Ele explica que os imóveis continuarão valorizando e sendo um bom lugar para investir, mas que é possível que os bancos comecem a repassar os reajustes de juros aos consumidores num futuro próximo.

A possível retração já era prevista e agora é iminente. Para Kucher, isso não quer dizer que o mercado vai se tornar desfavorável, mas apenas que o cenário não continuará igual para os consumidores. Ele explica que nos últimos anos o mercado imobiliário passou por um ambiente histórico muito favorável, com taxas de juros em 2% em agosto de 2020, inédito até então.
Desde março de 2021 o Banco Central vem reajustando a taxa Selic, que está em 9,25% e com previsão de aumento nos próximos trimestres de 2022. Com isso, milhares de famílias podem perder a possibilidade de adquirir um imóvel.

Mesmo já tendo registrado uma alta na taxa de juros, o mercado mantém seu crescimento – realidade essa não apenas nacional, mas em Rondonópolis também, onde os lançamentos de construtoras não param de acontecer com expressivos índices de vendas.

“Ainda assim, será importante continuar investindo, seja na compra da casa própria ou apenas como uma aplicação para obter rendimento”, afirma Kucher, acrescentando que é necessário olhar para o futuro e também para o passado, pois desde que atua no segmento, há mais de 13 anos, nunca viu um imóvel desvalorizar, pelo contrário.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui