(*) Aires José Pereira

Aquela menina escura
Tem o nome de “Clara”
É até engraçado
Como pode uma menina escura
Ser Clara?
Mas ela é Clara em seu nome
E sua pele é escura
E possui uma vida maravilhosa
É uma menina charmosa
É uma verdadeira doçura

Clara brinca de boneca
Clara solta pulos de alegria no ar
Clarinha é mesmo uma jóia rara
Parece ser encantada
Ela é tão amada
E adora dançar

Clara dança todos os ritmos
Ela se embala no ritmo da felicidade
Adora viver a alegria de ser criança
Seja no campo ou na cidade.

(*) Aires José Pereira é escritor com 17 livros publicados, coautor do Hino de Rondonópolis, prof. da UFR, Doutor em Geografia na UFU, graduado e Especialista em Geografia pela UFMT, Mestre em Planejamento Urbano pela FAU-UnB e membro efetivo da Academia de Letras de Araguaína e Norte Tocantinense. Atualmente é coordenador do curso de Geografia, do PIBID de Geografia, do Estágio Supervisionado e professor Adjunto IV.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui