Banco de Leite Humano (BLH) de Rondonópolis recebe doações de mães que estejam amamentando (Foto – Arquivo)

Um alimento que contém todos os nutrientes que um bebê precisa: o leite materno. Ele tem características necessárias para estimular o crescimento da criança, além de proteger contra diversas doenças. Porém, nem todas as mães produzem este alimento em quantidade suficiente.

Para suprir a necessidade dos filhos dessas mulheres, o Banco de Leite Humano (BLH) de Rondonópolis recebe doações de mães que estejam amamentando e tenham o alimento em excesso. Neste momento, o BLH passa por uma baixa em seu estoque e pede a solidariedade dessas mulheres.

O estoque de leite humano é destinado a alimentar bebês prematuros ou de baixo peso internados nas Unidades de Terapia Intensiva (UTI’s) Neonatal, Intermediária e Canguru da Santa Casa Rondonópolis durante todo o ano, salvando a vida de muitos recém-nascidos que não podem ser amamentados pelas próprias mães.

 

 

————  CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE  ————
————————————————————————————

 

 

Com a baixa, o estoque chegou a registrar apenas 570 ml do alimento, quantidade insuficiente para suprir a demanda. Se este índice permanecer, será necessário recorrer às fórmulas artificiais para alimentar os bebês.

De acordo com o Ministério de Saúde, um frasco de leite pode alimentar até 10 prematuros. Dependendo do peso do recém-nascido, basta um mililitro (1 ml) para nutri-lo a cada vez que for alimentado. O hospital possui o único banco de leite humano do interior do Estado, atende bebês não só do município de Rondonópolis, mas de outras 19 cidades das regiões Sul e Sudeste do Estado.

As doações do alimento podem ser feitas via agendamento pelo telefone 3410-2785, sendo que a pessoa pode optar pela retirada da doação na casa dela.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui