O Ministério Público do Estado de Mato Grosso (MPMT), que retorna os trabalhos de forma integral nesta sexta-feira (07), após o fim do recesso forense, reforçará os protocolos de biossegurança em razão do aumento dos casos da Covid-19 e da Influenza H3N2.

Tanto na Procuradoria-Geral de Justiça, quanto nas Promotorias de Justiça de todo o Estado, as medidas de proteção serão cobradas do público interno e externo. A aferição de temperatura das pessoas que entram na instituição será mantida, bem como a exigência de uso de máscara. Lavar as mãos, usar álcool 70% e evitar aglomeração continuam sendo práticas importantíssimas para evitar a disseminação e o contágio de ambas as doenças.

A Promotora Auxiliar do Procurador-Geral de Justiça e Coordenadora do Programa Vida Plena, Claire Vogel Dutra, ressalta que os servidores que estiverem com sintomas da Covid-19 ou gripais devem manter o isolamento para evitar o contágio de outros integrantes da instituição. Nestes casos, as chefias imediatas devem ser comunicadas para que o trabalho remoto possa ser efetivado até o completo restabelecimento de saúde do servidor.

Nos casos dos servidores que testarem positivo para Covid-19 é preciso que o Departamento de Gestão de Pessoas (DGP) seja comunicado oficialmente. “Desde que retornamos ao trabalho presencial, no ano passado, temos seguido, em nossas unidades, todas as medidas de biossegurança. Felizmente os casos de Covid-19 reduziram, mas agora eles voltaram a subir e ainda temos a Influenza H3N2, então não podemos, em hipótese alguma, relaxar nas medidas de segurança. É preciso que cada um faça a sua parte. Nesse sentido, contamos com a colaboração, tanto do nosso público interno, quanto externo, já que a vida e a saúde de todos está em primeiro lugar”, destaca a Promotora de Justiça.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui