A ampliação do horário do comércio é prática nas semanas que antecedem o Natal (Foto – Wheverton Barros/Prefeitura)

Em Rondonópolis, o comércio poderá funcionar em horários ampliados a partir do dia 11. Os horários foram definidos em convenção trabalhista e têm adoção facultativa por parte dos comerciantes. A ampliação é prática nas semanas que antecedem o Natal, quando há aumento no movimento do comércio. É uma das datas mais importantes do ano para as vendas.

No período de horário estendido que tem início no sábado (11), o comércio pode abrir nos dois sábados (11 e 18) das 8h às 20h. Durante a semana, de segunda a sexta-feira até o dia 23, o funcionamento será das 8h às 22h. Assim, este ano, o comércio poderá abrir a partir do sábado (11) até às 20h.

 

 

————  CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE  ————

————————————————————————————

 

 

Na semana entre a segunda-feira (13) e sexta-feira (17), o horário será estendido das 8h às 22h. No sábado (18), o comércio abre as portas das 8h às 20h e no domingo (19), há autorização de abertura entre 8h e 18h. Na semana do Natal, nos dias 20, 21, 22 e 23 o comércio local poderá funcionar das 8h às 22h e na véspera de Natal – sexta-feira (24) – a abertura será das 8h às 21h.

No dia de Natal – sábado (25) é feriado no comércio, sendo vedado o trabalho. O mesmo vale para o dia 1º de janeiro de 2022.

SEGURANÇA REFORÇADA
Para garantir a segurança de quem vai às compras neste fim de ano, a Polícia Militar vai atuar com um policiamento mais ostensivo e mais repressivo, principalmente na região central do município.

Conforme o comandante do 5º Batalhão de Polícia Militar (BPM), Ten Cel PM Cândido, o intuito da estratégia é promover uma sensação de segurança maior para que as pessoas possam ir até a região central, até a área comercial, realizar as compras deste período.

Candido explica que, nesse período, a PM reduz o horário de trabalho na área administrativa do efetivo para que haja um maior contingente em atuação nas ruas. “Uma grande quantidade de policiais estará nas ruas, principalmente nas zonas comerciais dos municípios da região”, garantiu.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui