(*) Hermélio Silva

Lá vão eles,
diz a sociedade.
Lá vem eles,
treme a criminalidade.

Um relâmpago,
trovão.
É o Raio
na escuridão.

Transmissão
de segurança,
de paz,
de esperança.

Prontos para enfrentar
a espiral infinda,
e que se alarga,
mais ainda.

Forjados no metal,
mental e no braço.
Verdadeiros
Cavalheiros de Aço.
Singela homenagem aos Cavaleiros de Aço, da formatura do 3° CEMPT/PMMT/21.

(*) Hermélio Silva é escritor e membro fundador da Academia Rondonopolitana de Letras, cadeira número 6

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui