Cerimônia de posse foi realizada na Diretoria-Geral da Polícia Civil

Dezessete novos delegados da Polícia Civil foram empossados nesta segunda-feira (29/11) em cerimônia na Diretoria-Geral da instituição, em Cuiabá. Os profissionais foram nomeados no último dia 16 e se juntam aos 19 que já estão em formação pela Academia da Polícia Civil. Após formados, eles serão lotados em delegacias do interior de Mato Grosso.

As novas nomeações foram possíveis, de acordo com a Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão, após um intenso trabalho de gestão e busca pelo reequilíbrio das contas públicas, o que possibilitou o chamamento para a recomposição do quadro de delegados na Polícia Civil, que vem sofrendo redução crescente nos últimos seis anos.

Lícia Juliane de Paiva é natural de Brasília e assume o cargo em Mato Grosso trazendo a experiência profissional como delegada no estado do Maranhão. “É um sonho de uma vida para mim e os colegas, que batalhamos muito para este momento. Esperamos contribuir de forma bem positiva com a segurança e servir a população”, disse a mais nova delegada do Estado.

O delegado-geral da Polícia Civil, Mário Dermeval, destacou à nova turma o momento de transformações tecnológicas e de infraestrutura pela qual passa a instituição, que vêm sendo conquistadas graças às parcerias e apoio do Governo do Estado.

“Tecnologicamente, a Polícia Civil conquistou diversos avanços, a exemplo do inquérito eletrônico, integrado totalmente ao Processo Judicial, que suprimiu o papel na nossa instituição, e outros projetos a serem entregues nos próximos meses que nos distinguirão positivamente da maioria das Polícias Civis do País. Elaboramos uma política de investimentos tecnológicos que resultaram em evolução e nos colocaram na vanguarda em resultados e novidades”, apontou o gestor, acrescentando ainda que “os investimentos também alcançam a área da inteligência, com perspectiva de inovação investigativa e novidades, entre elas, a utilização de algoritmos. E para o próximo ano, em recursos do Estado, temos previstos R$ 13 milhões para o inquérito eletrônico”, pontuou o gestor.

Acompanharam também a cerimônia de posse os diretores da Polícia: Walfrido Franklim do Nascimento (Interior); Eliane Moraes (Academia de Polícia), Daniela Maidel (Execução Estratégica); superintendente de Inteligência da Sesp, delegado Diogo Santana; José Lindomar Costa, presidente da Associação dos Delegados e Maria Alice Amorim, presidente do Sindicato dos Delegados.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui