A TRIBUNA é hoje o maior jornal impresso do interior de Mato Grosso

A importância do A TRIBUNA está sacramentada agora em âmbito estadual. O governador do Estado, Mauro Mendes, sancionou a lei que torna o A TRIBUNA como acervo cultural de Mato Grosso. Com essa oficialização, o Jornal passa a ser o único meio de comunicação de Mato Grosso a receber um título como esse de forma oficial, através de lei.

A sanção da Lei 11.569, de 17 de novembro de 2021, publicada em edição extra do Diário Oficial do Estado, também de 17 de novembro de 2021, é de autoria do deputado estadual Sebastião Rezende e reconhece o Jornal A TRIBUNA Mato Grosso, sediado em Rondonópolis, como de relevante interesse cultural de Mato Grosso.

 

 

————  CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE  ————

————————————————————————————

 

 

ACERVO CULTURAL DO ESTADO
O deputado Sebastião Machado Rezende protocolou o então Projeto de Lei 518/2020 em junho do ano passado, quando o periódico completou a marca histórica de 50 anos. Por ser rondonopolitano, Rezende externou que fica feliz de ser o autor dessa propositura tão significativa para os moradores de Rondonópolis e região, que agora virou lei.

Deputado Sebastião Rezende, autor da lei: “A TRIBUNA é um veículo que contribuiu de forma decisiva para com Rondonópolis e Mato Grosso” (Foto – Arquivo)

Ele ressalta que, desde a apresentação do projeto, também fez seu acompanhamento pela Comissão de Educação, Ciência, Tecnologia, Cultura e Desporto, pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e nas duas votações em plenário da Assembleia Legislativa de Mato Grosso.

Conforme o parlamentar, essa foi uma forma de homenagear o A TRIBUNA, com circulação ininterrupta por mais de 50 anos, diante da sua grande contribuição com a sociedade rondonopolitana, nas mais diversas áreas. “O Jornal A TRIBUNA tem feito o papel de levar informação não só para os rondonopolitanos, mas para toda a região sudeste do estado. É um veículo que hoje nós podemos dizer de forma categórica que contribuiu de forma decisiva para com Rondonópolis e Mato Grosso. Então, nada mais justo que institui-lo como de relevante interesse cultural para nosso Estado”, opinou para a reportagem.

Governador Mauro Mendes sancionou lei que reconhece relevância do A TRIBUNA

RELEVÂNCIA
Durante a tramitação do então projeto, antes de virar lei, o relatório da Comissão de Educação da Assembleia Legislativa de Mato Grosso apontou que o A TRIBUNA mantém forte elo com a população rondonopolitana, atuando em seu favor para a construção de uma cidade melhor. “Nestes 50 anos já conquistou a credibilidade da sociedade de Rondonópolis e região, que sempre esteve ligada diretamente com o jornal, tendo como principal preocupação o social, encampando campanhas e levantando bandeiras, como a recente luta pela duplicação da BR-364”, consta.

 

O relatório também enfatizou que, devido a sua importância, o jornal já foi reconhecido de várias formas, através de honrarias na Câmara Municipal, pela Assembleia Legislativa, por prêmios diversos como o Top of Mind da Revista RDM, de Cuiabá, o Destaque Empresarial, da ACIR (Associação Comercial e Industrial de Rondonópolis), e o Mérito Lojista, da CDL (Câmara de Dirigentes Lojistas), inclusive com sua premiação máxima: a empresa mais admirada em Rondonópolis. “Não resta dúvida que o jornal tem uma história de participação efetiva junto a sociedade, de contribuição com o crescimento e desenvolvimento de Mato Grosso”, pontuou o relatório.

A TRIBUNA se constitui como o maior e mais importante acervo da memória de Rondonópolis

ARQUIVO HISTÓRICO
Nesses mais de 50 anos, o A TRIBUNA se constituiu como o maior e mais importante acervo da memória de Rondonópolis. Assim, detém o mais completo arquivo sobre o município de Rondonópolis, através das suas quase 11 mil edições (hoje número 10.881), que estão encadernadas desde a edição Nº 01, datada de 07 de junho de 1970 até a edição atual, registrando os fatos e as pessoas que fazem/fizeram a história da cidade e região. Tanto é que se tornou a principal fonte de pesquisas para qualquer trabalho em relação ao município. Historiadores, alunos, professores e o público em geral, constantemente, recorrem ao arquivo do A TRIBUNA para suas pesquisas.

Ao longo da sua existência inúmeros outros jornais foram criados e desapareceram na história da cidade, incluindo os contemporâneos do A TRIBUNA, como o “Folha de Rondonópolis” e o “Correio do Leste”. Além disso, vários outros na história mais recente também tentaram se firmar no mercado editorial de Rondonópolis, como o Novo Tempo, Jornal Hoje e Diário Regional, mas não subsistiram às dificuldades desse segmento de comunicação, ao gosto e ao mercado rondonopolitano.

NOSSA HISTÓRIA
Foi através do jornalista Aroldo Marmo de Souza que o Jornal A TRIBUNA foi fundado no dia 7 de junho de 1970, sendo hoje um dos mais importantes jornais do Estado de Mato Grosso. Na época da fundação, levava o nome de “Tribuna do Leste”, pois o município de Rondonópolis – antes da divisão do Estado de Mato Grosso – pertencia geograficamente ao Leste do Estado. O antigo nome deixou de ser usado com a divisão de Mato Grosso, a partir de 1978, quando o jornal passou a se valer do nome A TRIBUNA.

O A TRIBUNA foi o primeiro jornal com circulação periódica de Rondonópolis, sendo um dos mais antigos de Mato Grosso ainda em atividade. Desde o falecimento do fundador em 1980, o jornal passou a ser dirigido por sua esposa Janice Logrado e pelo irmão desta, Samuel Logrado. As primeiras instalações foram na Rua João Pessoa, com modesta máquina tipográfica arrendada. Ao longo desses anos, passou por inúmeros avanços e investimentos, sejam na periodicidade, em equipamentos, tecnologias, estrutura física ou em profissionais, sempre procurando acompanhar o crescimento de Rondonópolis.

Assim, deu o primeiro passo de modernização no dia 25 de dezembro de 1973, quando passou a usar máquinas linotipos. Em 1978, trouxe para Mato Grosso a primeira impressora off-set, ainda que improvisada. Em fins de 1991 foi adquirida uma impressora off-set de grande porte. E em 1997 adquiriu um grande conjunto de impressora rotativa, passando a circular no padrão dos grandes jornais em 1998.

Reconhecimento da importância do A TRIBUNA também é representado pela sua grande galeria de troféus, moções de aplausos e diplomas, entre outras honrarias (Foto – A TRIBUNA)

PREMIAÇÕES
Os resultados dos trabalhos prestados pelo A TRIBUNA podem ser atestados hoje na sua grande aceitação e credibilidade perante o mercado, sendo um veículo de comunicação referência e premiado tanto em âmbito local como estadual. Além de ter conquistado os prêmios “DESTAQUE EMPRESARIAL” e “MÉRITO LOJISTA” como “Principal Jornal Impresso” em todas edições de pesquisas das principais entidades de classe empresarial de Rondonópolis, respectivamente, a ACIR (Associação Comercial e Industrial de Rondonópolis) e a CDL (Câmara de Dirigentes Lojistas), também conquistou em várias edições o “TOP OF MIND” como a marca mais lembrada pela população de Rondonópolis, através da premiação da CDL.

 

Esse reconhecimento da sua importância para o Estado de Mato Grosso, em especial para Rondonópolis, também é representado pela sua grande galeria de troféus, moções de aplausos e diplomas, entre outras honrarias, auferidos pelas mais diversas entidades. Com a credibilidade que dispõe do público, evidenciada em várias pesquisas de mercado, bem como todo esse reconhecimento advindo de premiações e reconhecimentos, a Marca “A TRIBUNA Mato Grosso” é de imensurável valor, sendo importante ressaltar que está devidamente registrada no Instituto Nacional da Propriedade Industrial, sob o domínio da Sociedade Impressora Souza Ltda.

ÚNICO IMPRESSO EM CIRCULAÇÃO
Encarando as muitas transformações vividas pela sociedade nos últimos anos, o A TRIBUNA é, na atualidade, o único diário impresso com ampla circulação em Rondonópolis, com a distribuição logo nas primeiras horas do dia (a partir das 4 horas), aos seus assinantes e aos 29 pontos de distribuição de vendas (constituídos de bancas, padarias e supermercados), uma vez que até mesmo os jornais da Capital, Cuiabá, encerraram as atividades de suas sucursais no município. Mesmo sendo o único em circulação, não se acomodou, procurando sempre investir em novidades, tecnologias e produtos, como as Revistas A TRIBUNA, enfocando as mais importantes áreas de Rondonópolis.

FASE DIGITAL
E na atualidade, quando a mídia digital avança sobre o impresso, o A TRIBUNA vem trabalhando para transferir toda a sua credibilidade e importância também para a internet, seja nas redes sociais ou no Site A TRIBUNA Mato Grosso (www.atribunamt.com.br), que já possui um número expressivo de acessos, e com links para compartilhamentos em várias plataformas, como Facebook, Instagram e WhatsApp.

A partir deste ano de 2021, em uma nova fase, o site www.atribunamt.com.br passa a dispor de notícias em tempo real, com as principais notícias de Rondonópolis e região ao longo do dia. Essa atualização instantânea dos fatos vai ser cada vez mais aperfeiçoada e incrementada a partir de agora no site A TRIBUNA Mato Grosso, levando toda credibilidade do impresso para a internet.

Os trabalhos são para que os leitores e moradores de Rondonópolis, sempre que se depararem com algum fato local ou regional, possam acessar imediatamente e diretamente o site www.atribunamt.com.br, que também está mais moderno, mais rápido e com novo layout, possibilitando ainda uma maior interação com o público leitor.

AGRADECIMENTO
Diante de mais essa conquista, agora em forma de lei, a direção do A TRIBUNA, que ao longo dos 52 anos de circulação tem uma dedicação especial a esse órgão de comunicação, consciente da sua responsabilidade, sempre o colocando na defesa dos interesses de Rondonópolis e do Estado de Mato Grosso, externou que se sente envaidecida e reconhecida por toda essa luta, que foi sintetizada pelo deputado estadual Sebastião Rezende, na lei de sua autoria que reconhece o Jornal como de relevante interesse cultural do Estado de Mato Grosso.

 

“Mas tudo isso foi possível graças ao apoio da própria população de Rondonópolis, que, temos certeza, também se sente homenageada. Nosso agradecimento especial, então, ao deputado Sebastião Rezende pela iniciativa do projeto de lei e, agora, ao governador Mauro Mendes Ferreira, por de imediato reconhecer o alcance desse reconhecimento de acervo cultural do Estado ao Jornal A TRIBUNA, da cidade de Rondonópolis, e sancionar a Lei nº 11.569, na data histórica de 17 de novembro de 2021”, enfatizou o diretor Samuel Logrado.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui