TÚNEL DO TEMPO
O “Túnel do Tempo” desta semana vai mais uma vez desafiar a memória daqueles que realmente conhecem a Rondonópolis de hoje e se lembram como ela era antes. E o personagem do nosso enigma é uma igreja em torno da qual se construiu uma das mais populosas e importantes regiões da cidade. Foi debaixo do seu teto que os seus moradores se reuniam para se organizar e cobrar as melhorias, que transformaram o entorno numa vizinhança moderna e pujante, com muitos comércios e oportunidades. Uma região que se destaca hoje pela intensa atividade comercial e fortes lideranças comunitárias e políticas.
Na frente do prédio da igreja, em foto do ano de 1964, podemos ver um jipe com o qual um importante líder religioso se locomovia e fazia contato com seus fieis, grande parte deles ainda morando na zona rural. Podem também homenagear esse líder religioso. Com estas dicas, com certeza muitos palpiteiros já devem saber a resposta.
Quem souber decifrar o enigma da igreja pode telefonar para a assessoria do Matraca, ou deixar o recado na recepção do A TRIBUNA, ou ainda mandando um e-mail para [email protected], ou pelo whatsapp (66) 99957-5513, até as 12 horas desta quarta-feira. Continua valendo, para serem sorteados entre os acertadores, dois convites para saborear a peixada do Rico.
Boa sorte aos palpiteiros!

SONHO E REALIDADE
Diz que para todas as mulheres que um dia sonharam com o príncipe encantado chegando a cavalo, agora com o preço da gasolina, já é possível ver esse sonho realizado.
Ah, ah, ah, ah…

OUTROS TEMPOS
E uma leitora mandou dizer pro velho Matracoso que hoje estamos vivendo outros tempos. Segundo ela, o chá de revelação do bebê, por exemplo, já é coisa do passado. A surpresa agora é revelar o pai. Arre égua!!! Ah, ah, ah, ah, ah…

COISAS DO FUTEBOL
O torcedor não perdoa mesmo, não tá nem aí com a dor do outro ‘ser humaninho’. Depois de mais uma derrota do Grêmio, dessa vez para o arquiinimigo Internacional, torcedores do próprio Colorado dos Pampas estão esparramando pela city que já está rodando aqui pelas bandas da Rondolândia o primeiro carro em homenagem ao Grêmio: rebaixado e com os faróis azuis.
Ah, ah, ah, ah…

PALAVRA DE MÃE
Mais uma que anda circulando por aí. Também é muito boa. Diz que a filha chega pra mãe e se queixa:
– Mãe, o meu futuro marido não acredita em inferno. O que eu faço para convencê-lo?
E a mãe:
– Não se preocupe não filhinha! Case com ele que eu o farei acreditar.
Ah, ah, ah, ah, ah…

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui