Claudinei Lopes durante reunião com a diretora do Hospital Regional Irmã Elza Giovanella de Rondonópolis, Kênia de Lima Gomes (Foto – Divulgação)

Após reunião com a diretora do Hospital Regional Irmã Elza Giovanella de Rondonópolis, Kênia de Lima Gomes, no decorrer da semana, o deputado estadual Delegado Claudinei (PSL) informou que obteve esclarecimentos sobre a distribuição dos leitos de enfermarias e Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) e a realização das cirurgias eletivas e ortopédicas na Unidade de Saúde que atende 19 municípios da região sudeste de Mato Grosso.

“Saí de uma reunião importantíssima com a diretora do Hospital de média e alta complexidades. Quero agradecê-la por sempre nos atender bem e nos atualizou de informações relacionadas à distribuição dos leitos de UTIs e enfermarias, como, também, as cirurgias ortopédicas que, infelizmente, ainda estão em atraso. Sem contar que os acidentes de trânsito continuam acontecendo, principalmente em Rondonópolis e a fila de pacientes para procedimentos cirúrgicos na área de ortopedia só aumenta”, comentou o parlamentar.

 

 

————  CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE  ————————————————————————————————

 

 

CONTRATAÇÃO
Ele explica que 30 leitos das Unidades de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Regional foram desativados com a redução de casos e óbitos ocasionados pela Covid-19. Também, foi informado que o espaço que era ocupado por 20 leitos voltará a ser de enfermaria, como era antes da pandemia, para o atendimento aos pacientes de clínica médica, sendo acrescidos mais seis unidades no local.

Já o ambiente que contava com as 10 UTIs Covid-19, vão passar a funcionar a UTI adulto. “Com essas adequações, vai facilitar o atendimento de pacientes graves e clínicos. Sem contar que o Hospital Regional já conta com mais 35 leitos para área de ortopedia. Agora, a direção do Hospital providencia a abertura de 10 leitos de UTI Geral, após a contratação de equipe multiprofissional especializada em terapia intensiva”, esclarece Kênia.

“Esses novos leitos de UTI dependem da contratação imediata de médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem e outros profissionais especializados em terapia intensiva e, assim, serão facilitadores para agilizarem o atendimento de pacientes que necessitam de tratamento intensivo. Infelizmente, é um trâmite demorado. A diretora organiza o edital para selecionar esses servidores. Os documentos deles vão para a SES (Secretaria de Estado de Saúde) e vamos acompanhar junto ao governo do Estado”, enfatizou Claudinei.

EMENDA – No encontro, o deputado prontificou em contribuir com o Hospital na destinação de emenda parlamentar para o próximo ano. “A diretora vai fazer um levantamento do que é necessário, como equipamentos, materiais ou custeios para já nos organizarmos para repassar os recursos. Viemos obter essas informações sem politicagem, pois trabalhamos de forma transparente na busca de soluções e, principalmente, manter a população informada sobre a situação. Continuaremos acompanhando e não abandonaremos a saúde, pois é um setor prioritário que necessita de atenção”, ressalvou.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui